Info

Jovem de 20 anos morre em Ansião durante corte de árvore

Jovem de 20 anos morre em Ansião durante corte de árvore
| País
Porto Canal com Lusa

Um jovem de 20 anos morreu hoje após ser atingido por um pinheiro, quando ajudava no seu corte, em Outeiro da Lagarteira, em Ansião, disse à Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários do concelho.

De acordo com o comandante dos Bombeiros Voluntários de Ansião, António Marques, o jovem estava a ajudar o pai, mas "desconhece-se as razões do acidente".

"O jovem sofreu ferimentos gravíssimos e estava em paragem cardiorrespiratória quando chegámos ao local. Pedimos o apoio da SIV [ambulância de suporte imediato de vida] de Avelar e da viatura médica de emergência e reanimação do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, que vieram a confirmar o óbito no local", esclareceu António Marques.

O comandante referiu ainda que a vítima morava perto da localidade, no distrito de Leiria, e era estudante universitário de Enfermagem.

Foi solicitado apoio psicossocial da parte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) "para apoiar a família".

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Leiria, o alerta foi dado perto das 12:00 e estiveram no local 14 operacionais, apoiados por cinco viaturas.

+ notícias: País

Jovem de 23 anos morre soterrada em derrocada que atingiu restaurante na Madeira

Uma mulher de 23 anos morreu este sábado na Calheta, na Madeira, na derrocada que atingiu um restaurante, confirmaram os bombeiros à agência Lusa.

IGAI abre inquérito à atuação da GNR na captura de suspeitos de tráfico de droga

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) abriu um inquérito para investigar a atuação de militares da GNR durante a captura de suspeitos de tráfico de droga na Auto Estrada 29, indicou este sábado à Lusa a Guarda Nacional Republicana.

Grupo de cidadãos 'luta' por alargamento da licença de maternidade

Um grupo de cidadãos quer levar ao Parlamento uma proposta de alteração à lei que permita alargar a licença de maternidade paga a 100 por cento até aos seis meses de vida da criança. A ideia é que as mães possam amamentar os filhos durante meio ano, como recomenda a Organização Mundial de Saúde, sem as complicações do regresso ao trabalho.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.