Info

Limpeza de terrenos junto a casas evita propagação de incêndio em Matosinhos

| Norte
Porto Canal com Lusa

O incêndio que desde as 13:00 lavra próximo de habitações em Matosinhos foi controlado devido à limpeza dos terrenos anexos às casas feito pelos proprietários e pelo município, revelou o vereador José Pedro Rodrigues.

Atualizado 10-08-2018 11:58

O incêndio que surgiu perto de habitações e da fábrica de conservas Ramirez na freguesia de Lavra, naquele concelho do distrito do Porto, não obrigou à retirada das pessoas das suas habitações nem à interrupção laboral naquela unidade fabril, segundo o vereador da Proteção Civil da Câmara de Matosinhos.

O incêndio junto "às habitações e da fábrica Ramirez está controlado, houve um reacendimento a norte, na Rua das Cavadas, e é essa a razão por que os bombeiros continuam no terreno", disse.

"A zona mais perto das casas e da fábrica já está em rescaldo", acrescentou José Pedro Rodrigues, salientando os cuidados havidos em encaminhar as pessoas "para a rua por precaução" e não por "haver perigo iminente".

Explicando que a zona mais próxima das casas "corresponde a terrenos em que a fiscalização municipal notificou proprietários e procedeu a limpezas", salientou a importância dessa ação preventiva, afirmando que "foram cruciais não só para que o trabalho dos bombeiros pudesse ter um resultado mais eficaz, mas também para proteger estas habituações da propagação do incêndio".

"Esta limpeza foi determinante para evitar que o incêndio gerasse danos para as habitações", enfatizou o vereador.

Falando aos jornalistas cerca das 17:00, o responsável municipal garantiu que a "situação no momento "não inspira grandes preocupações", mantendo-se a presença dos bombeiros no local dado que o "vento continua muito intenso" e que "irão continuar atentos a reacendimentos".

No terreno estiveram, segundo José Pedro Rodrigues, corporações de Matosinhos/Leça, Leça do Balio, São Mamede de Infesta, Pedrouços e dos Bombeiros Portuenses estiveram no terreno com diferentes meios de combate.

JYFO // MSP

Lusa/fim

+ notícias: Norte

Atropelamento em cadeia provoca cinco feridos, dois deles graves, em Paredes

Um atropelamento rodoviário em cadeia provocou, este sábado, dois feridos graves e três feridos ligeiros, na Rua das Cabaneiras, em Rebordosa, Paredes, apurou o Porto Canal com fonte dos Bombeiros Voluntários de Rebordosa.

Homem de 32 anos morre carbonizado em Barcelos

Um homem de 32 anos foi este sábado encontrado carbonizado num acampamento em Fornelos, Barcelos, distrito de Braga, estando no local a GNR a aguardar a chegada a Polícia Judiciária para analisar o caso, revelaram à Lusa fontes oficiais.

Pais "fartos de promessas" sobre obra da ala pediátrica do São João

O porta-voz da Associação Pediátrica Oncológica do Hospital de São João (APOHSJ) disse esta sexta-feira estar “farto de promessas”, após uma reunião com a ministra da Saúde em que, assinalou, se deu um “passo atrás”.

Atualizado 23-02-2019 11:35

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.