Info

Hospital de Gaia realiza cirurgia inovadora de remoção de tumores nos brônquios

| Norte
Porto Canal com Lusa

Vila Nova de Gaia, Porto, 09 ago (Lusa) -- O Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia e Espinho (CHVNGE) realizou, pela primeira vez em Portugal, uma nova cirurgia de extração de tumores nos brônquios, que "surge como alternativa à remoção total do pulmão", revelou o cirurgião responsável.

Através de um sistema ótico, com recurso a uma câmara, o novo método, realizado pelo CHVNGE, consiste numa "incisão na pele de três ou quatro centímetros, no meio das costelas," que permite retirar a parte do brônquio onde se encontra o tumor, explicou à Lusa o cirurgião responsável pela intervenção, José Miranda.

A cirurgia, realizada por via fechada e designada de 'sleeve' lobectomia com reimplantação brônquica por cirurgia toracoscópica uniportal, consiste na reimplantação do brônquio com recurso a técnicas manuais.

"A reimplantação brônquica consiste em retirarmos o fragmento do brônquio onde está incluído o tumor. De seguida, fazemos uma sutura manual, de modo a que o brônquio volte a ficar ligado à árvore brônquica", contou o cirurgião.

Para José Miranda uma das vantagens deste método é a "incisão na pele", visto que, comparada com a cirurgia clássica realizada por via aberta -- designada de reimplantação brônquica por cirurgia toracoscópica uniportal -- "esta é uma incisão de quatro centímetros e não ao longo das costelas".

Esta nova técnica surge também como "alternativa à remoção total do pulmão", designada de pneumectomia, que segundo o cirurgião tem uma taxa de mortalidade elevada.

"A pneumectomia tem uma [taxa de] mortalidade operatória nos 10% e 15%. Não faz qualquer sentido o paciente correr um risco tão elevado numa cirurgia que é de rotina e não de urgência", salientou.

A cirurgia, que durou cerca de quatro horas, realizou-se pela primeira vez na terça-feira, dia 07 de agosto, precisamente 70 anos após o CHVNGE, na época apelidado de Sanatório Dom Manuel II, ter realizado a primeira cirurgia torácica.

Segundo José Miranda, o paciente submetido à intervenção inovadora, e que estava a ser preparado há dois meses para a operação, hoje encontrava-se bem-disposto e a "recuperar super bem".

SPYC//LIL

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Incêndio em Barcelos tem ainda uma frente ativa

O incêndio que deflagrou este sábado em Tamel, na freguesia de Santa Leocádia, concelho de Barcelos, continua com uma frente ativa, estando no terreno 120 elementos apoiados por 32 viaturas, disse a comandante Marinha Esteves, da Proteção Civil de Braga.

Lesados do BES esperam Presidente da República no Porto com bandeiras negras em protesto ruidoso

Um grupo de lesados do BES/Novo Banco espera este sábado, com tambores, campainhas e bandeiras negras, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no Porto, para pedir que interceda no sentido de recuperarem "as poupanças de uma vida".

Bombeiros Voluntários de Lourosa exigem demissão da direção e ameaçam abandonar serviço

O corpo ativo dos Bombeiros Voluntários de Lourosa, em Santa Maria da Feira exige a demissão da direção e ameaça abandonar o serviço.A guerra entre ambas as partes já dura há vários anos, mas viu-se agora potenciada pela demissão do comando.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.