Info

PJ deteve homem suspeito de atear incêndio em residência na Póvoa de Varzim

PJ deteve homem suspeito de atear incêndio em residência na Póvoa de Varzim
| Norte
Porto Canal com Lusa

A Polícia Judiciária detenção um homem “fortemente indiciado” pela prática de crime de incêndio numa moradia unifamiliar devoluta, ocorrido a 30 de julho, na Póvoa de Varzim, anunciou hoje aquela força.

Em comunicado, a PJ esclarece que “o fogo terá sido provocado pelo suspeito num aparente quadro de desequilíbrio mental, consumo de estupefacientes e álcool e frequente conflitualidade”.

“Ao início da tarde do dia 30 de julho, o suspeito terá provocado a ignição do recheio de uma habitação onde já pernoitou, localizada junto ao Mercado Municipal da cidade, com recurso a um isqueiro, após um episódio de tentativa de furto no interior da mesma e discussão com outros indigentes que clandestinamente ocupam a casa e dali o haviam expulsado”, refere a PJ.

Devido ao incêndio, “o interior da residência ficou seriamente destruído”, acrescenta a PJ, salientando a pronta intervenção dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Varzim, cujo quartel fica próximo, que evitou a sua destruição completa.

Sublinha que, além de afetar consideravelmente a habitação, o incêndio colocou em perigo as habitações confinantes.

Nesta operação, a PJ contou com a colaboração da PSP.

O detido, de 49 anos, estrangeiro, vai ser presente à competente autoridade judiciária para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

+ notícias: Norte

Presidente do Turismo do Norte volta ao TIC por alegada viciação de contratos

O presidente do Turismo Porto e Norte de Portugal, um dos cinco detidos por alegada viciação de procedimentos de contratação pública, voltou ao Tribunal de Instrução Criminal (TIC), após uma primeira inquirição finda na madrugada deste sábado.

Autores de inquérito polémico a alunos do Porto diz que escola tinha conhecimento prévio

A associação que distribuiu um inquérito a alunos do 5.º ano com perguntas sobre opções sexuais garante que todos os materiais trabalhados com menores de idade são do conhecimento prévio das direções escolares.

Paradas buscas no mar dos três pescadores desparecidos ao largo de Espinho

As buscas no mar para tentar localizar três pescadores desaparecidos desde segunda-feira ao largo de Esmoriz, Espinho, pararam na sexta-feira, prosseguindo as operações na zona costeira.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.