Jornal Diário Jornal das 13

Perímetro do fogo no Algarve já ultrapassa 100 quilómetros, há 299 deslocados

Perímetro do fogo no Algarve já ultrapassa 100 quilómetros, há 299 deslocados
Twitter
| País
Porto Canal com Lusa

O perímetro do incêndio que na passada sexta-feira deflagrou em Monchique, no Algarve, já ultrapassa os 100 quilómetros, estando hoje de manhã deslocadas 299 pessoas, de acordo com a Proteção Civil.

Estas pessoas estão distribuídas por centros de apoio em Portimão, a vila de Monchique e Marmelete (no mesmo concelho), Silves e São Bartolomeu de Messines.

A 2.ª comandante operacional nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar, informou, num 'briefing' em Monchique, no distrito de Faro, que os "pontos quentes" são a Fóia (concelho de Monchique) e a zona entre São Marcos da Serra, São Bartolomeu de Messines e Silves (concelho de Silves).

A Proteção Civil foca-se, agora, em garantir "a máxima e uma permanente monitorização" em todo o perímetro, devido à possibilidade de novas reativações, disse Patrícia Gaspar.

Num balanço da operação realizado pouco antes das 10:00, a responsável sublinhou que "continua presente a possibilidade de haver novas reativações", estando já a sobrevoar a área afetada um helicóptero de reconhecimento e um avião com câmara térmica e capacidade para gravar imagens.

Apesar da redução da temperatura esperada para hoje, que deverá situar-se entre os 24 e os 26 graus, o vento, que tem sido o "grande adversário" da operação, vai continuar a soprar do quadrante norte, moderado, com rajadas entre 20 e 25 quilómetros por hora, mas podendo atingir os 50 quilómetros por hora.

A Proteção Civil atualizou ainda o número de feridos em 36, mantendo-se apenas um grave, dos quais 19 são bombeiros com ferimentos leves devido à exaustão, inalação de fumos e pequenos entorses

O ferido grave é a idosa que foi transportada para o Hospital de São José, em Lisboa.

+ notícias: País

Jovem morre afogado na barragem da Aguieira em Santa Comba Dão

Um jovem foi encontrado morto às 00:30 de hoje depois de se ter afogado na barragem da Aguieira, no concelho de Santa Comba Dão, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro.

Cerca de 60 concelhos de 13 distritos do continente em risco máximo

Cerca de 60 concelhos de 13 distritos de Portugal continental apresentam hoje risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Governo mantém proibição de fogo-de-artifício nos distritos em alerta vermelho

O Governo esclareceu este domingo que até ao dia 22 de agosto, data até à qual vigora o alerta vermelho devido ao risco de incêndio em sete distritos, se mantém a proibição do uso de fogo-de-artifício.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.