Info

40 km de linha da EDP danificados em Monchique e 17 localidades sem energia

40 km de linha da EDP danificados em Monchique e 17 localidades sem energia
| País
Porto Canal com Lusa

Pelo menos 40 quilómetros de linha da EDP ficaram danificados na sequência do incêndio que lavra em Monchique e há 17 localidades sem abastecimento de energia elétrica, de acordo com a empresa.

Segundo a diretora de comunicação da EDP Distribuição, Fernanda Bonifácio, mais de 30 quilómetros de linha de baixa tensão ficaram danificados e outros cerca de 10 quilómetros de linha de média tensão foram igualmente afetados pelo fogo na zona de Monchique.

Atualmente, há 17 localidades na serra de Monchique sem abastecimento de energia elétrica, seja porque as linhas ficaram destruídas, seja por questões de segurança determinadas pela Proteção Civil.

Apesar de serem 17 as localidades sem energia elétrica, o número de pessoas afetadas "não é muito significativo", segundo disse à agência Lusa a diretora de comunicação da EDP Distribuição.

A empresa adianta que foram colocados dez geradores em várias localidades, mas só dois ainda se encontram ligados, porque se aguarda que estejam reunidas condições de segurança para ligar os restantes oito.

A EDP Distribuição decidiu prolongar o "estado de alerta" em toda a região do Algarve pelo menos até quarta-feira, tendo todas as equipas da região mobilizadas.

O incêndio na zona de Monchique está a lavrar desde sexta-feira e está hoje a ser combatido por mais de 1.200 operacionais. Até ao momento, o fogo provocou pelo menos 30 feridos, um deles em estado grave.

+ notícias: País

Taxa de abandono escolar recua em 2017 mas ainda longe da meta de 2020

Portugal continua a apresentar uma taxa elevada de abandono escolar precoce (12,6%), a sexta mais alta da União Europeia (UE) e longe da meta de 10% para 2020, segundo um relatório hoje divulgado pela Comissão Europeia.

Greve dos enfermeiros com adesão de 63,6% nos hospitais do SNS

A greve dos enfermeiros regista hoje níveis de adesão nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde de 63,6%, segundo o presidente do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP).

Sete barras do continente fechadas devido à agitação marítima

Sete barras marítimas de Portugal continental estão esta terça-feira fechadas à navegação e outras três estão condicionadas devido à agitação marítima forte, segundo a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS