Info

Detido em Paredes homem que ateou fogo em viatura numa zona florestal de Paredes

| Norte
Porto Canal com Lusa

Paredes, Porto, 06 ago (lusa) - A Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção, em flagrante delito, de um homem de 35 anos por ter ateado fogo numa viatura em zona de floresta do concelho do Paredes.

"Para a prática do ilícito, ocorrido em zona de mato e arvoredo e com várias habitações nas imediações do local, o suspeito, com o recurso a fósforos e líquido acelerante, ateou intencionalmente fogo à viatura que conduzia, conformando-se com o resultado que da sua ação poderia resultar para a floresta e população", explica a autoridade num comunicado enviado à Lusa.

O incêndio ocorreu na sexta-feira, na freguesia de Duas Igrejas, pelas 20:15.

"As diligências efetuadas de imediato pela Polícia Judiciária permitiram identificar e deter o presumível autor", lê-se ainda na informação.

APM // MSP

Lusa/fim

+ notícias: Norte

Incêndio em Barcelos tem ainda uma frente ativa

O incêndio que deflagrou este sábado em Tamel, na freguesia de Santa Leocádia, concelho de Barcelos, continua com uma frente ativa, estando no terreno 120 elementos apoiados por 32 viaturas, disse a comandante Marinha Esteves, da Proteção Civil de Braga.

Lesados do BES esperam Presidente da República no Porto com bandeiras negras em protesto ruidoso

Um grupo de lesados do BES/Novo Banco espera este sábado, com tambores, campainhas e bandeiras negras, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no Porto, para pedir que interceda no sentido de recuperarem "as poupanças de uma vida".

Bombeiros Voluntários de Lourosa exigem demissão da direção e ameaçam abandonar serviço

O corpo ativo dos Bombeiros Voluntários de Lourosa, em Santa Maria da Feira exige a demissão da direção e ameaça abandonar o serviço.A guerra entre ambas as partes já dura há vários anos, mas viu-se agora potenciada pela demissão do comando.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.