Info

CDS pede explicações ao Governo sobre "situação de colapso" na CP

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 06 ago (Lusa) -- O CDS-PP exigiu hoje explicações ao Governo sobre a "situação de colapso" na CP e admite antecipar a reunião da Comissão Permanente do parlamento, prevista para setembro, se entretanto o ministro do Planeamento não der esclarecimentos públicos.

Há uma "situação de colapso" nos transportes ferroviários com consequências nos horários, manutenção e número de comboios em funcionamento, afirmou o vice-presidente do partido Adolfo Mesquita Nunes, em conferência de imprensa conjunta com o líder parlamentar, Nuno Magalhães, na Assembleia da República, em Lisboa.

Mesquita Nunes tem a expectativa de o ministro Pedro Marques vir a dar "explicações públicas" sobre o que se está a passar e quais são as soluções adotadas pelo Governo para resolução do problema.

Mas se isso não acontecer, Nuno Magalhães admite propor a antecipação da Comissão Permanente, que substitui o plenário da Assembleia da República em férias, prevista para 06 de setembro, ainda que reconheça que só poderia antecipar a reunião por consenso de todos os partidos.

Quem não o quiser, que assuma as responsabilidades políticas, afirmou Nuno Magalhães.

Os centristas argumentam com as mudanças nos horários e atrasos nos comboios, casos de falta de manutenção de carruagens que estiveram na origem de vários incidentes, no fim de semana, devido a falhas, por exemplo, no ar condicionado.

NS // ZO

Lusa/fim

+ notícias: Política

Viciação de contratos no Turismo do Norte terá lesado o Estado em 5ME

A presumível viciação de contratos públicos, que levou hoje à detenção do presidente do Turismo Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira, terá lesado o Estado em mais de cinco milhões de euros, disse à Lusa fonte policial.

Bloco de Esquerda afirma que fecho de estações dos CTT será "uma razia" no interior

O BE defendeu hoje que o fecho de estações dos correios será "uma razia" no interior, deixando distritos inteiros com duas ou três estações e o encerramento de centenas que não tenham o banco dos CTT associado.

Ministro da Defesa inicia processo de substituição de Rovisco Duarte na chefia do Exército

O ministério da Defesa Nacional aceitou o pedido de demissão do chefe do Estado-Maior do Exército, general Rovisco Duarte, e anunciou que iniciou o processo de substituição.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.