Info

Aprovada lei que vai regular plataformas de transporte como Uber e Cabify

Aprovada lei que vai regular plataformas de transporte como Uber e Cabify
| Política
Porto Canal com Lusa

O parlamento aprovou hoje na especialidade a lei que vai regular as plataformas de transporte como a Uber e a Cabify com os votos a favor do PS, PSD e PAN, e com os votos contra do BE, PCP e Verdes.

O CDS-PP foi a única bancada parlamentar a abster-se na votação da lei.

Por proposta do PS, o diploma contempla a hipótese de as empresas com atividade de transporte em táxi desenvolverem a atividade de TVDE (Transporte em Veículo Descaracterizado a partir da Plataforma Eletrónica), desde que em veículos não licenciados como táxis.

No âmbito da reapreciação do diploma, solicitada pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, PS e PSD apresentaram propostas para que as plataformas eletrónicas paguem uma taxa de 5% sobre a margem de intermediação, quando tinha sido inicialmente aprovada pelo parlamento uma taxa entre 0,1% e 2%.

+ notícias: Política

Ministro afirma que salário mínimo de 600 euros em 2019 "é ponto de partida"

O ministro do Trabalho disse esta sexta-feira que 600 euros para o salário mínimo em 2019 "é um ponto de partida" para a discussão, sublinhando que, se houver acordo para um montante superior, o Governo não se irá opor.

Marcelo Rebelo de Sousa pede aos partidos clareza nas propostas para as eleições em 2019

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, pediu esta terça-feira aos partidos políticos "clareza dos propósitos e das propostas" para o ciclo eleitoral de 2019 em que se realizam europeias e legislativas.

Governo e parceiros sociais começam hoje a discutir aumento do salário mínimo

O Governo e os parceiros sociais dão esta terça-feira início à discussão sobre o aumento do salário mínimo para o próximo ano, com as centrais sindicais a exigirem um valor superior a 600 euros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.