Info

Sindicatos espanhóis entregam pré-aviso de greve na Ryanair para 25 e 26 de julho

| Economia
Porto Canal com Lusa

Madrid, 12 jul (Lusa) - Os sindicatos espanhóis de tripulantes de cabine de passageiros da transportadora aérea Ryanair entregaram hoje o pré-aviso de greve que terá lugar em 25 e 26 de julho próximos, disse à Lusa fonte dos representantes dos trabalhadores.

Os sindicatos decidiram manter a greve depois de não terem chegado a um acordo com a companhia aérea numa reunião entre as duas partes que teve lugar na terça-feira no Serviço de Mediação e Arbitragem (SIMA).

"A direção da Ryanair não apresentou nada de novo e limitou-se a fazer ameaças sobre as sérias consequências laborais de uma greve que consideram ser ilegal", disse hoje à Lusa António Escobar, responsável para as Relações Externas do Sindicato Independente de Tripulantes de Cabine de Passageiros de Linhas Aéreas (SITCPLA) espanhol.

Os sindicatos calculam que cerca de 114.000 passageiros serão afetados em Espanha em cada um dos dias de greve.

Os sindicatos que representam a tripulação de cabine da transportadora irlandesa anunciaram a 05 de julho último a convocação para 25 e 26 de julho de uma greve em Espanha, Portugal, Itália e Bélgica.

A paragem no trabalho em Itália só se realizará no primeiro dos dois dias.

Os trabalhadores exigem que a companhia aérea de baixo custo, entre outras coisas, passe a respeitar os direitos dos trabalhadores em cada país em que opera e reconheça os representantes sindicais eleitos, que pretendem negociar um acordo coletivo de trabalho.

FPB // JNM

LusaFim

+ notícias: Economia

Professores com horários incompletos contestam "anarquia" nos descontos para a Segurança Social

Dezena e meia de professores contratados com horários incompletos manifestaram-se este sábado no Porto, afirmando-se “lesados” nos descontos para a Segurança Social e acusando o Governo de “ignorar a arbitrariedade e anarquia total” da sua situação contributiva.

BE quer transportes públicos gratuitos para crianças até aos 12 anos

O Bloco de Esquerda quer que todas as crianças até aos 12 anos tenham acesso gratuito aos transportes públicos e que sejam alocadas verbas do Imposto Sobre Produtos Petrolíferos para o Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART).

Quem arrendar quartos de habitação própria vai perder desconto IMT

Quem comprou casa há menos de seis anos e decidiu arrendar a casa na totalidade ou apenas um quarto vai ter que devolver ao Fisco o benefício que recebeu na hora de pagar o Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis. Os montantes variam conforme o valor do imóvel e tipo de arrendamento.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.