Info

Trump ameaça taxar importações de automóveis caso UE não negoceie de "boa-fé"

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Bruxelas, 12 jul (Lusa) -- O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou hoje aplicar tarifas às importações de automóveis oriundas da União Europeia (UE), caso os representantes comunitários não negoceiem de "boa-fé" na visita a Washington.

"No dia 21 [de julho], vou receber a visita do presidente da Comissão Europeia para abordarmos a questão das taxas alfandegárias. Se as negociações não decorrerem de boa-fé, vamos ter de rever a situação dos milhões de carros que entram nos Estados Unidos quase sem pagar impostos", disse Donald Trump.

O Presidente norte-americano, que falava no final da cimeira da NATO, que decorreu entre quarta-feira e hoje em Bruxelas, queixou-se repetidamente do tratamento injusto da UE aos Estados Unidos no âmbito do comércio.

O presidente do executivo comunitário, Jean-Claude Juncker, vai deslocar-se a Washington a 21 de julho para se encontrar com Trump, com o comércio como tema principal.

As relações entre a UE e os Estados Unidos estão tensas, não só devido às taxas alfandegárias impostas por Washington às importações de aço e alumínio -- e já retaliadas pelo bloco europeu --, mas também pela retirada do Acordo de Paris sobre o clima e do celebrado com o Irão sobre armas nucleares.

Em 02 de julho, a Comissão Europeia considerou que a investigação do Departamento de Comércio dos Estados Unidos às importações de automóveis carece de legitimidade e de dados factuais, e viola o direito internacional.

"Qualquer medida restritiva comercial que possa resultar desta investigação, seria contrária às leis do comércio internacional. Os carros europeus não ameaçam ou afetam a saúde da indústria automóvel e da economia norte-americanas", alertou nesse dia o porta-voz do executivo comunitário.

AMG/ACC // VM

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Novo balanço eleva para 48 o número de mortos em incêndio em Paradise, Califórnia

As autoridades norte-americanas elevaram de 42 para 48 o número de mortos devido ao incêndio em Paradise, na Califórnia, que está a ser combatido por mais de cinco mil bombeiros e que já consumiu 505 quilómetros quadrados.

Empresário português encontrado morto depois de rapto nas imediações de Maputo

Um empresário português foi encontrado este domingo morto, nas imediações de Maputo, depois de ter sido raptado e pago o resgate exigido, informou hoje o secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro.

Dez mortos em deslizamento de terra no Rio de Janeiro

As autoridades brasileiras elevaram de nove para dez o número de mortos num deslizamento de terras no sábado em Niterói, no estado do Rio de Janeiro, que causou 11 feridos, encontrando-se quatro pessoas desaparecidas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.