Info

Chuva e granizo provocam inundações e estragos agrícolas em Vila Pouca de Aguiar

| Norte
Porto Canal com Lusa

A chuva intensa, acompanhada de granizo, provocou inundações momentâneas em algumas artérias do centro de Vila Pouca de Aguiar e estragos a nível da agricultura, disse esta quarta-feira fonte da proteção civil municipal.

Atualizado 13-07-2018 12:46

Duarte Marques, responsável pela proteção civil de Vila Pouca de Aguiar, referiu que "foram poucos minutos de chuva muito intensa, acompanhada de granizo", que provocaram inundações em vias do centro da vila, o arrastamento de um veículo e alguns estragos a nível de pavimentos, condutas e passeios.

O mau tempo afetou também algumas aldeias limítrofes da sede do concelho, onde está a ser feito um levantamento dos estragos que, segundo Duarte Marques, estão mais relacionados com a queda de granizo que afetou produções agrícolas, a nível de hortícolas, arvores de fruto e também alguma vinha.

O responsável referiu que a situação está a ser normalizada na vila, onde decorrem trabalhos de limpeza e de reparações.

Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco e Coimbra estão sob aviso amarelo devido à previsão de aguaceiros, por vezes fortes, podendo ser de granizo e acompanhados de trovoada e rajadas de vento, em especial nas zonas montanhosas.

O aviso amarelo entrou em vigor às 12h00 e termina às 21h00 de hoje.

+ notícias: Norte

Corpo de homem de 73 anos resgatado do rio Tâmega em Amarante

Um homem de 73 anos dado como desaparecido em Amarante desde quarta-feira foi este sábado encontrado sem vida no rio Tâmega junto àquela cidade, indicou fonte do Comando Territorial do Porto da GNR.

Avião com avaria e com 165 passageiros aterra em segurança no Aeroporto do Porto

Um avião Boeing com 165 passageiros a bordo que reportou este sábado ao Aeroporto do Porto uma avaria num dos motores acabou por aterrar sem quaisquer problemas, disseram à agência Lusa fontes da Proteção Civil e da PSP.

Atualizado 19-05-2019 10:55

Cordão humano em Vila Nova de Gaia contra agressão a professora e falta de segurança na escola

Cerca de 70 pessoas fizeram esta sexta-feira um cordão humano em Vila Nova de Gaia em protesto pela agressão quarta-feira a uma professora da Escola Básica nº 2 de Campolinho, alertando também para a falta de segurança.

Atualizado 18-05-2019 11:44

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.