Info

Chuva e granizo provocam inundações e estragos agrícolas em Vila Pouca de Aguiar

| Norte
Porto Canal com Lusa

A chuva intensa, acompanhada de granizo, provocou inundações momentâneas em algumas artérias do centro de Vila Pouca de Aguiar e estragos a nível da agricultura, disse esta quarta-feira fonte da proteção civil municipal.

Atualizado 13-07-2018 12:46

Duarte Marques, responsável pela proteção civil de Vila Pouca de Aguiar, referiu que "foram poucos minutos de chuva muito intensa, acompanhada de granizo", que provocaram inundações em vias do centro da vila, o arrastamento de um veículo e alguns estragos a nível de pavimentos, condutas e passeios.

O mau tempo afetou também algumas aldeias limítrofes da sede do concelho, onde está a ser feito um levantamento dos estragos que, segundo Duarte Marques, estão mais relacionados com a queda de granizo que afetou produções agrícolas, a nível de hortícolas, arvores de fruto e também alguma vinha.

O responsável referiu que a situação está a ser normalizada na vila, onde decorrem trabalhos de limpeza e de reparações.

Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco e Coimbra estão sob aviso amarelo devido à previsão de aguaceiros, por vezes fortes, podendo ser de granizo e acompanhados de trovoada e rajadas de vento, em especial nas zonas montanhosas.

O aviso amarelo entrou em vigor às 12h00 e termina às 21h00 de hoje.

+ notícias: Norte

Diretor clínico do Hospital de Gaia que anunciou demissão diz não estar demissionário

O diretor clínico do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, que subscreveu um pedido de demissão coletivo em julho, afirmou hoje, em reunião do conselho de administração daquela unidade de saúde, que nunca esteve demissionário.

Parlamento exige ala pediátrica do São João e PS garante obras em janeiro

As bancadas de PSD, BE, CDS-PP e PCP pediram hoje a aceleração da construção da nova ala pediátrica do Hospital de São João, no Porto, enquanto o deputado socialista Fernando Jesus assegurou que as obras arrancam em janeiro.

Presidente do Turismo do Norte entre os detidos por viciação de contratos públicos

O presidente do Turismo Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira, é um dos cinco detidos no âmbito de uma investigação relativa à presumível viciação de procedimentos de contratação pública, disse à agência Lusa uma fonte policial.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.