Info

PJ/Norte detém suspeitos de roubar mais de meio milhão em carrinhas de valores e ATM

| Norte
Porto Canal com Lusa

A Judiciária do Norte revelou esta terça-feira que os oito detidos por indícios de roubo a carrinhas de valores e carros, com vantagens superiores a meio milhão de euros, são também suspeitos de vários assaltos a ATM no norte.

Atualizado 11-07-2018 11:28

Em conferência de imprensa esta tarde, o diretor da Unidade Territorial do Norte da Polícia Judiciária, Batista Romão, declarou que a detenção dos oito homens no âmbito de uma investigação policial para desarticular uma associação criminosa, que estava operacional desde 2016, e que se dedicava aos crimes de roubo de carrinhas de valores e carros de “gama elevada”, são também suspeitos dos assaltos aos ATM (caixas multibanco) na região Norte.

O ‘modus operandis’ era executar os assaltos com armas de fogo na altura em que se procediam aos carregamentos aos ATM e de forma rápida.

Os assaltos às caixas multibanco ocorreram “em vários pontos do Norte do país" e, segundo Batista Romão, permitiram tirar “algumas centenas de milhares de euros” de proveitos.

Os crimes de roubo a carrinhas de valores e de carros com recursos a armas de fogo na região Norte permitiu aos elementos da associação criminosa arrecadar, por seu turno, mais “de meio milhão de euros”.

“Fundamentalmente, neste momento, esta operação foi importante, porque foi o ultimar de uma série de assaltos a carrinhas de valor, que vieram de facto a parar no ano passado, mas que era importante fazer a associação e a investigação para trazer os seus responsáveis à justiça”, explicou Batista Romão, referindo que entre os detidos estão sete portugueses e um de nacionalidade brasileira.

Os crimes de que são suspeitos os oito detidos decorreram “entre fevereiro de 2016 e maio de 2017” e só pararam com a detenção de um outro grupo que andava a fazer este tipo de atividades, acrescentou aquele responsável, referindo que hoje foi o “culminar” da primeira fase das investigações.

Segundo Batista Romão, os detidos não são cadastrados.

"A maioria não são cadastrados e são relativamente jovens” – têm idades entre os 30 e os 50 anos -, e muitos deles com outras atividades profissionais e que foram “tentados a este tipo de situações”, indicou.

A associação era organizada para a prática de crimes de roubos a carrinhas de valores e de viaturas de gama alta.

Alguns dos veículos roubados foram recuperados, avançou ainda Batista Romão, referindo que se suspeita que o volume de veículos roubados seja na ordem das “duas dezenas de veículos” só nu último ano.

Os detidos estão hoje a ser ouvidos pelas autoridades para conhecerem as medidas de coação a aplicar, acrescentou a mesma fonte policial.

+ notícias: Norte

Jovem de 17 anos detido por suspeito de ofensa à integridade física grave no Porto

Um jovem de 17 anos foi detido pela Polícia Judiciária, esta quinta-feira, suspeito de ter agredido gravemente outro jovem de 15 anos na cidade do Porto. A vítima encontra-se "em estado de coma e em sério perigo de vida", revela a Polícia Judiciária em comunicado.

Presidente da Associação Portuguesa de Bioética defende mudança da pediatria do hospital de São João

O presidente da Associação Portuguesa de Bioética, Rui Nunes, defende a mudança da pediatria do hospital de São João, no Porto, dos contentores para outro setor do hospital. A ideia é transferir os doentes até as obras da nova ala pediátrica estarem concluídas.

Reabertura parcial do IP1 em Valença após acidente que causou um morto

O itinerário principal 1 (IP1) em Valença foi parcialmente reaberto ao trânsito, após um acidente na quarta-feira à noite, que causou um morto, disse hoje à Lusa fonte da GNR de Viana do Castelo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.