Info

Bruno Fernandes permanece no Sporting após pedido de rescisão

| Desporto
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 10 jul (Lusa) -- O futebolista internacional português Bruno Fernandes vai continuar no Sporting, com um novo contrato válido até junho de 2023, depois de ter avançado com a rescisão do seu vínculo com os 'leões', foi hoje anunciado.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a SAD do Sporting dá conta do novo contrato com o médio de 23 anos, que tinha chegado ao Sporting no início da época passada, proveniente dos italianos da Sampdoria, por 8,5 milhões de euros, com a duração de cinco temporadas e uma cláusula de rescisão de 100 milhões de euros. Antes, tinha vestido as camisolas de Novara e Udinese.

Bruno Fernandes, que integrou a seleção portuguesa no Mundial2018, tinha, em 11 de junho último, solicitado "a resolução do seu contrato de trabalho desportivo [que terminava em 2022], com invocação de justa causa", que tinha a duração de cinco temporadas.

Além de Bruno Fernandes, rescindiram contrato, na sequência dos incidentes de 15 de maio, na Academia do clube, em Alcochete, Rui Patrício, William Carvalho, Gelson Martins, Podence, Battaglia, Bas Dost, Ruben Ribeiro e Rafael Leão.

Estas rescisões surgiram na sequência, entre outros casos, das agressões sofridas por vários elementos do plantel e da equipa técnica em 15 de maio, na Academia do Sporting, em Alcochete, por cerca de 40 pessoas encapuzadas.

Dos atacantes foram detidos 36, dos quais nove na segunda-feira e 27 que já estavam em prisão preventiva.

JP // PA

Lusa/Fim

+ notícias: Desporto

Bruno de Carvalho acusado de terrorismo e mais 98 crimes

O ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho foi acusado pelo Ministério Público de ser autor moral de crimes classificados como terrorismo e outros 98 ilícitos criminais, no âmbito da investigação sobre o ataque à Academia de Alcochete.

Bruno de Carvalho e Mustafá saem em liberdade do Tribunal do Barreiro

O ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho e Mustafá saíram hoje em liberdade, sujeitos a apresentações diárias às autoridades, no âmbito da investigação ao ataque à academia de Alcochete, anunciou hoje Tribunal do Barreiro.

Leitura das medidas de coação a Bruno de Carvalho e Mustafá adiada para as 11:00

O ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho e o líder da claque Juventude Leonina, conhecido por Mustafá, só conhecerão hoje as medidas de coação no âmbito da investigação à invasão à academia de Alcochete a partir das 11:00.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.