Info

Sporting: Oito detidos no caso das agressões na Academia de Alcochete

| Desporto
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 09 jul (Lusa) -- Oito pessoas foram hoje detidas numa operação conjunta entre a PSP e a GNR no âmbito da investigação às agressões que ocorreram em maio da Academia do Sporting, em Alcochete, disse à Lusa fonte policial.

Ao final da tarde, fonte policial tinha anunciado que na operação conjunta tinham sido detidas seis pessoas, mas que a operação ainda estava a decorrer.

Esta noite, fonte policial disse à Lusa que foram oito as pessoas detidas e que a operação já foi concluída.

A operação decorreu no âmbito de uma investigação dirigida pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa às agressões que aconteceram a 15 de maio na Academia do Sporting em Alcochete.

Os detidos que resultarem da operação de hoje vão ser ouvidos na terça-feira no Tribunal do Barreiro.

No dia 15 de maio passado, a equipa de futebol do Sporting foi atacada na Academia do clube por um grupo de cerca de 40 alegados adeptos encapuzados, que agrediram técnicos, jogadores e 'staff'.

Na altura, a GNR deteve 23 dos atacantes, que permanecem em prisão preventiva.

No dia 05 de junho, foram detidas pelas autoridades mais quatro pessoas, entre elas antigo líder da Juventude Leonina Fernando Mendes, que também ficaram em prisão preventiva.

Os arguidos estão indiciados por vários crimes, nomeadamente sequestro, ofensa à integridade física qualificada, introdução em lugar vedado ao público, dano com violência, terrorismo, resistência e coação sobre funcionário.

FP/CMP // ARA

Lusa/Fim

+ notícias: Desporto

Bruno de Carvalho acusado de terrorismo e mais 98 crimes

O ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho foi acusado pelo Ministério Público de ser autor moral de crimes classificados como terrorismo e outros 98 ilícitos criminais, no âmbito da investigação sobre o ataque à Academia de Alcochete.

Bruno de Carvalho e Mustafá saem em liberdade do Tribunal do Barreiro

O ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho e Mustafá saíram hoje em liberdade, sujeitos a apresentações diárias às autoridades, no âmbito da investigação ao ataque à academia de Alcochete, anunciou hoje Tribunal do Barreiro.

Leitura das medidas de coação a Bruno de Carvalho e Mustafá adiada para as 11:00

O ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho e o líder da claque Juventude Leonina, conhecido por Mustafá, só conhecerão hoje as medidas de coação no âmbito da investigação à invasão à academia de Alcochete a partir das 11:00.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.