Jornal Diário Jornal das 13

Rui Barros: "Quero uma equipa à imagem do FC Porto"

| FC Porto
Porto Canal com fcporto.pt

O FC Porto B iniciou esta segunda-feira os trabalhos de pré-temporada no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival. Naquele que foi o primeiro dia de 2018/19 para o equipa B portista, Rui Barros perspetivou a época que agora se inicia e falou sobre os objetivos traçados, garantindo ainda que pretende um grupo com “espirito de sacrifício e vontade de vencer”.

Rui Barros sucedeu a António Folha no comando do FC Porto B e terá Paulinho Santos, João Brandão, Vítor Matos e Pedro Pereira (treinador de guarda-redes) na equipa técnica.

Novo desafio
“É um grande desafio, mas quando se representa um clube como o FC Porto, há sempre grandes responsabilidades. Já conheço esta casa perfeitamente, sei o que as pessoas querem e o importante é fazer um bom trabalho.”

Expectativas
“Espero fazer o bom trabalho que os meus antecessores fizeram e alcançar o que alcançaram. As equipas B mudam bastante de uma época para a outra e há sempre jogadores jovens com vontade de mostrar o seu valor. É um conjunto de miúdos que é importante trabalhar e temos de definir bem os objetivos, tanto para eles como para a equipa.”

Como será a equipa de Rui Barros?
“Quero uma equipa à imagem do FC Porto, dentro daquilo que conheço e que sei que é o FC Porto. Aquilo que os jogadores têm de mostrar dentro de campo é a imagem de alguém que nunca desiste. Nas grandes vitórias não nos podemos por em bicos de pés, mas nas derrotas também não podemos cair por terra. Vamos mentalizar os jogadores de que o campeonato será longo e difícil e de que vamos defrontar equipas mais adultas, procurando prepará-los para fazerem uma boa época.”

Tipos de liderança
“Cada um tem a sua maneira de liderar e de ver as coisas. Sou uma pessoa tranquila e tenho as minhas ideias.”

Aprendizagem constante
“Aprendemos com toda a gente e a partir de agora também vou aprender com os meus jogadores. O que lhes quero transmitir é o que aprendi como jogador, pois tive grandes treinadores que me ensinaram muito. Se lhes conseguir transmitir um bocadinho de tudo o que aprendi, acredito que podemos ter sucesso”.

Ganhar, ganhar e ganhar
“Sempre que entram aqui, a mentalidade tem de ser ganhadora. Os jogadores têm de ter espirito de sacrifício e vontade de vencer, pois são novos e têm uma carreira longa pela frente. Espero que no futuro possam jogador no fcp, que é um dos melhores clubes do mundo.”

 

+ notícias: FC Porto

Fábio Magalhães: "O FC Porto é um clube com muita história"

Tal como Djibril M´Bengue, Fábio Magalhães é uma das caras novas da equipa de andebol do FC Porto para 2018/19, tendo assinado um contrato válido para as próximas três temporadas.

Magnus Andersson: "Queremos divertir-nos, mas temos de trabalhar duro"

A equipa de andebol do FC Porto versão 2018/19 já trabalha no Dragão Caixa, palco do primeiro treino da época que aí vem.

Rui Barros faz balanço positivo da primeira semana de trabalho do FC Porto B

Por sua vez, a equipa B do FC Porto seguiu esta terça-feira para o estágio em Enguera, perto de Valência, no sul de Espanha. Antes da partida, Rui Barros sublinhou a importância deste estágio e fez o balanço da primeira semana de trabalho.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.