Jornal Diário Jornal das 13

Pelo menos 10 mortos e 73 feridos em descarrilamento de comboio na Turquia

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Pelo menos 10 pessoas morreram e outras 73 ficaram feridas num descarrilamento de um comboio de passageiros ocorrido este domingo na região de Tekirdag, no noroeste da Turquia, avançou a televisão pública TRT Haber, citando o Ministério da Saúde.

O comboio que transportava 360 passageiros era proveniente de Kapikule, na fronteira com a Bulgária, e tinha como destino Istambul, de acordo com as novas informações.

"O acidente aconteceu por causa das más condições meteorológicas", explicou o governador da região de Tekirdag, Mehmet Ceylan, citado pelas agências internacionais.

Segundo as novas informações relacionadas com o incidente, seis dos vagões da composição saíram dos carris.

Inicialmente, a agência noticiosa estatal turca Anadolu disse que tinham sido cinco vagões.

O canal de notícias CNN Turk chegou a avançar que o acidente tinha sido causado por uma ponte em colapso.

Mais de 100 ambulâncias foram destacadas para o local, acrescentou o canal TRT Haber.

O gabinete do Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse, entretanto, que o chefe de Estado -- que inicia na segunda-feira um novo mandato de cinco anos com os poderes presidenciais reforçados --, foi informado da situação pelos ministros dos Transportes e do Interior.

SCA // CSJ

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Justiça alemã extradita Puigdemont, mas apenas por delito de peculato

O tribunal alemão de Schleswig-Holstein decidiu hoje extraditar para Espanha o ex-presidente catalão Carles Puigdemont por um alegado delito de peculato (desvio de fundos), mas não pelo crime de rebelião, segundo a agência Efe.

Tailândia: Todos os rapazes e treinador retirados da gruta

Todos os 12 jovens jogadores de futebol e o treinador que ficaram há duas semanas encurralados numa gruta no norte da Tailândia estão a salvo, segundo as autoridades tailandesas.

MNE britânico Boris Johnson demitiu-se

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Boris Johnson, anunciou a sua demissão, confirmou fonte do governo, horas depois da demissão do ministro para o 'Brexit', David Davis.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.