Jornal Diário Jornal das 13

Incêndio encerra restaurante em Vila Nova de Gaia e faz três feridos ligeiros

Incêndio encerra restaurante em Vila Nova de Gaia e faz três feridos ligeiros
| Norte
Porto Canal com Lusa

Um incêndio ao final da manhã deste domingo num restaurante em Santa Marinha, Vila Nova de Gaia, provocou três feridos ligeiros, um dos quais bombeiro, e deixou o estabelecimento “sem condições de laboração”, informaram os sapadores locais.

Segundo adiantou à agência Lusa fonte da Companhia de Bombeiros Sapadores de Vila Nova de Gaia, o alerta foi dado pelas 12h10, no restaurante Teófilo, tendo duas das vítimas sido assistidas no local por inalação de fumo, após terem tentado controlar as chamas.

A terceira vítima – um bombeiro dos Voluntários de Coimbrões, também chamados ao local – sofreu um traumatismo e foi transportado para o Hospital Santos Silva, em Gaia, mas fonte daquela corporação disse à Lusa que o seu estado não inspira cuidados.

O incêndio foi declarado extinto pelas 13h00 e, segundo os Sapadores de Gaia, o restaurante ficou “sem condições de laboração”.

O combate às chamas mobilizou um total de nove viaturas e 25 homens dos Bombeiros Sapadores de Vila Nova de Gaia e dos Bombeiros Voluntários de Coimbrões.

+ notícias: Norte

"Escaravelho" do castanheiro ameaça produção de castanha em freguesia de Valpaços

Os produtores de castanha continuam preocupados com as pragas nos castanheiros. Na zona de Carrazedo de Montenegro, em Valpaços, que é conhecida como a capital da castanha judia, as atenções centram-se numa praga conhecida como "escaravelho" do castanheiro que seca a árvore e destrói a produção.

Rui Moreira diz que urgente realojar restantes moradores do bairro do Aleixo

Rui Moreira explicou na reunião diz que a decisão de urgência de realojar todos os moradores das três restantes torres do bairro do Aleixo deveu-se à queda inesperada de partes das fachadas dos edifícios. O autarca do Porto adiantou no entanto que pelo menos para já não pretende extinguir o fundo criado em 2009 para resolver o problema do bairro.

Escolas do Norte do país encerradas devido a falta de funcionários

Uma escola em Braga e outra na Póvoa de Varzim não abriram, esta segunda-feira, devido a falta de funcionários. A carência de auxiliares é um dos problemas que está a marcar o arranque do ano letivo, bem como os protestos dos professores e pelos atrasos na entrega dos manuais escolares.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.