Jornal Diário Jornal das 13

Índice ultravioleta em valores extremos a muito elevados em todo Portugal Continental

Índice ultravioleta em valores extremos a muito elevados em todo Portugal Continental
| País
Porto Canal com Lusa

O índice ultravioleta vai registar este domingo valores extremos e muito elevados em todo o território de Portugal Continental e também na Madeira, um índice que torna a exposição ao sol particularmente perigosa.

Segundo o ‘site’ do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os distritos de Évora e Beja são os que apresentam hoje níveis extremos de índice ultravioleta (índice 11), que faz as autoridades recomendarem que se evite a exposição ao sol “o mais possível”.

Os restantes distritos de Portugal Continental terão hoje índices ultravioletas considerados muito elevados (de 8 a 10), tal como a Região Autónoma da Madeira.

Nos índices “muito elevados” as autoridades pedem cuidados e proteção na exposição solar e aconselham a que as crianças evitem apanhem sol.

Nos Açores, a ilha do Faial regista também um índice ultravioleta muito elevado, mas as restantes ilhas apresentam valores moderados.

Os índices ultravioleta variam entre 1 e 2, com risco de exposição à radiação baixo; 3 a 5, considerado moderado; 6 a 7 (elevado); 8 a 10 (muito elevado) e superior a 11 (extremo).

+ notícias: País

Cerca de 1.300 taxistas concentrados em Lisboa, Porto e Faro

Cerca de 1.300 táxis integravam esta quarta-feira, pelas 09h00, o protesto contra a lei que regula as plataformas de transporte em veículos descaracterizados, nas cidades de Lisboa, Faro e Porto, segundo a organização.

Tribunais portugueses têm falta de 256 magistrados do Ministério Público

Faltam mais de 250 magistrados nos tribunais. O Sindicato diz que está em causa a qualidade das investigações e que ministério Público pode não conseguir cumprir com as suas obrigações.

Funcionária de uma empresa em Santa Maria da Feira queixa-se de retaliação após ordem judicial

Uma funcionária de uma empresa de cortiça de Santa Maria da Feira continua a queixar-se de retaliação, uma vez que, foi despedida ilegalmente e depois novamente integrada na empresa por ordem judicial mas está sujeita a trabalhos bem diferentes das outras colegas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.