Info

INEM cria 'meme' de Neymar para combater chamadas falsas para o 112

INEM cria 'meme' de Neymar para combater chamadas falsas para o 112
inem
| País
Porto Canal com Lusa

O Instituto Nacional de Emergência Médica recorreu a um 'meme' para combater as chamadas falsas, usando uma imagem do avançado brasileiro Neymar em suposta simulação de falta numa campanha para recordar que não se devem fingir emergências.

Publicada hoje no perfil do INEM na rede social Facebook, a imagem de Neymar caído, com cara de sofrimento e mão levantada a reclamar falta, é acompanhada de uma legenda em que se diz que "75,8% das chamadas para o 112 também não são emergência"

Em comunicado, "o INEM estima que os seus CODU [Centros de Orientação de Doentes Urgentes] recebam por ano cerca de 20.000 'chamadas falsas' que originam o acionamento de perto de 7.500 meios de emergência".

Além disso, aparecem cada vez mais "falsas emergências" (207 por dia em 2017), em que o caso comunicado não é uma emergência médica e se resolve recorrendo à linha SNS24.

"No que diz respeito à saúde [o 112] só deve ser utilizado em situações de risco de vida ou situações em que esteja em causa uma função vital da vítima", esclarece a instituição.

O INEM explica o recurso à imagem no Facebook afirmando que "as pessoas se identificam muito com esta forma de comunicar", relacionando "temas da atualidade e/ou do interesse do público".

No caso, Neymar é usado pela sua reputação de simular faltas ou de parecer exagerar nas queixas quando é derrubado, o que lhe valeu críticas de várias personalidades do futebol, incluindo o selecionador mexicano, Juan Carlos Osorio, que acusou o brasileiro de "palhaçadas" em campo, desperdiçando o tempo que há para jogar.

Da imagem criada para se tornar viral, há uma referência da agência de notícias francesa France Presse à "forma original" como o INEM chamou a atenção para o uso abusivo do número de emergência europeu.

+ notícias: País

Camião desgovernado destrói fachada de habitação em Santa Maria da Feira

Um camião ficou sem travões e destruiu a fachada de uma habitação, na tarde desta qunta-feira, na freguesia de Arrifana, em Santa Maria da Feira, sem causar feridos, apurou o Porto Canal no local.

Sindicatos da Função Pública querem Estado em tribunal

Os sindicatos da Função Pública ameaçam avançar para os tribunais e para os provedores de justiça, nacionais e europeus para contestar a nova tabela remuneratória do Estado. O Presidente da República promulgou o vencimento mínimo de 635 euros, mas os trabalhadores abrangidos perdem pontos na progressão da carreira.

Milhares de médicos recusam passar receitas pelo telemóvel

A partir desta quarta-feira os médicos já podem passar receitas pelo telemóvel. A medida é possível através de uma aplicação de Prescrição Eletrónica Médica que tem como objetivo facilitar e agilizar a passagem de receitas sem papel. Ainda assim há três mil médicos que se recusam a usar o sistema informático.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.