Jornal Diário Jornal das 13

Corpo de homem encontrado nas margens do rio Douro em Lamego

Corpo de homem encontrado nas margens do rio Douro em Lamego
| Norte
Porto Canal com Lusa

A GNR de Viseu disse hoje à agência Lusa que foi encontrado “um cadáver do sexo masculino, entre os 30 e 40 anos, na margem sul do Rio Douro, na Barragem do Bagaúste”, no concelho de Lamego.

“Não foi encontrado no rio mesmo, foi na zona térrea e, segundo a polícia marítima, poderá ser, não há certezas, o de um indivíduo que estava desaparecido e que pertenceria a uma tripulação de um barco que se encontrava ancorado no Porto da Régua”, explicou à agência Lusa a GNR de Viseu.

Segundo informação da Polícia Marítima da Régua transmitida à GNR, “o barco estava atracado e ele ter-se-á ausentado para dar uma caminhada e não regressou” e, entretanto, “a Polícia Judiciária foi contactada e tomará conta da ocorrência”.

Segundo o comandante dos Bombeiros Voluntários do Peso da Régua, o alerta, dado às 13:56, chegou "por turistas que estavam no local a tirar umas fotografias".

"No local não havia carro, nem nenhuma outra pessoa, por isso, ainda não se sabe o que terá acontecido ao certo", referiu Rui Lopes.

Quando os meios de socorro chegaram ao local "já encontraram o homem sem vida".

Para o local do acidente deslocaram-se a GNR de Lamego, de Tarouca e de Peso da Régua, a Polícia Marítima, a Polícia Judiciária e os Bombeiros Voluntários de Peso da Régua, com três veículos e 11 elementos.

+ notícias: Norte

Mulher de 23 anos morreu em despiste na A4 em Vila Real

Uma mulher de 23 anos morreu esta quarta-feira na sequência de um despiste de um automóvel no viaduto do Corgo, na Autoestrada 4 (A4), em Vila Real, segundo fontes dos bombeiros e da GNR.

Rui Moreira diz que urgente realojar restantes moradores do bairro do Aleixo

Rui Moreira explicou na reunião diz que a decisão de urgência de realojar todos os moradores das três restantes torres do bairro do Aleixo deveu-se à queda inesperada de partes das fachadas dos edifícios. O autarca do Porto adiantou no entanto que pelo menos para já não pretende extinguir o fundo criado em 2009 para resolver o problema do bairro.

"Escaravelho" do castanheiro ameaça produção de castanha em freguesia de Valpaços

Os produtores de castanha continuam preocupados com as pragas nos castanheiros. Na zona de Carrazedo de Montenegro, em Valpaços, que é conhecida como a capital da castanha judia, as atenções centram-se numa praga conhecida como "escaravelho" do castanheiro que seca a árvore e destrói a produção.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.