Info

Ministro compromete-se a lançar obra da ala pediátrica do S. João até fim da legislatura

Ministro compromete-se a lançar obra da ala pediátrica do S. João até fim da legislatura
| Norte
Porto Canal com Lusa

O ministro da Saúde comprometeu-se hoje a lançar a obra da ala pediátrica do hospital de São João até final da legislatura e disse que o "investimento está autorizado", encontrando-se a ser ultimado o plano de investimento.

Adalberto Campos Fernandes está hoje a ser ouvido na comissão parlamentar de Saúde, com todos os partidos, incluindo o PS, a pedirem ao ministro um ponto da situação do investimento para a nova ala pediátrica do hospital de São João, no Porto.

Segundo o governante, o investimento "está autorizado", encontrando-se a administração regional de Saúde do Norte e o hospital a "ultimar o plano de investimento".

PCP, PSD, CDS e Bloco de Esquerda lembraram ao ministro da Saúde que no final de abril tinha dito que "em duas semanas" o investimento da ala pediátrica estaria resolvido, quando em julho "nada se encontra resolvido".

Foi em abril que a construção da nova ala pediátrica do São João ganhou relevo, quando pais de crianças com doenças oncológicas denunciaram as más condições de atendimento.

Entretanto, hoje o ministro Campos Fernandes recordou aos deputados que o hospital já remodelou uma área para as crianças em condições mais frágeis.

+ notícias: Norte

Tiago Braga vai ser o novo presidente do Conselho de Administração da Metro do Porto

O próximo presidente do Conselho de Administração da Metro do Porto será Tiago Braga, ex-chefe de gabinete do presidente da Câmara de Gaia, apurou em exclusivo o Porto Canal. O cargo estava por preencher desde que o anterior presidente foi para o executivo, em fevereiro.

(em atualização)

Mais de mil estudantes manifestam-se no Porto em defesa do planeta

A segunda greve climática estudantil, reuniu hoje, no Porto, mais de mil jovens que, pelas ruas da cidade exigiram medidas em defesa do planeta e alertaram para a crise climática que está a pôr em risco o seu futuro.

Crianças da região Transmontana obrigadas a fazer centenas de quilómetros para terem acesso a tratamentos diferenciados de saúde

As crianças da região Transmontana têm que fazer centenas de quilómetros para ter acesso a alguns tratamentos diferenciados de saúde que só existem no hospital de Vila Real. É o caso de Lucas, de Bragança, que precisou de fazer uma ecografia cardíaca.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS