Jornal Diário Jornal das 13

Greve dos técnicos de diagnóstico perto dos "100%" no Norte

| Norte
Porto Canal com Lusa

A greve de hoje dos técnicos de diagnóstico e terapêutica está a registar “nos grandes hospitais da região Norte”, uma adesão próxima dos “100%”, disse à Lusa a dirigente sindical Alexandra Costa.

“Os dados que temos dos grandes hospitais da região Norte indicam que a adesão durante a noite foi quase a 100%, rondando os 98%. Os números da manhã, ainda não os posso adiantar porque a mudança de turno ocorreu às 08:00”, afirmou a dirigente do Sindicato Nacional dos Técnicos Superiores de Saúde das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica.

Segundo a responsável, “as áreas mais afetadas deverão ser as consultas externas, as colheitas e o RX”, salientando que “durante a noite, no Hospital de São João ficaram só os serviços mínimos a funcionar”.

“Espera-se uma grande adesão destes profissionais que não estão a ser tratados consoantes os outros técnicos superiores da administração pública. O Governo encerrou as negociações, mas continua a não haver equidade entre as carreiras”, sublinhou.

Além de um dia de greve, os técnicos de diagnóstico e terapêutica realizam também hoje uma vigília em frente à residência oficial do primeiro-ministro, onde vão entregar um manifesto com milhares de assinaturas que apela à reabertura do processo negocial.

Os sindicatos solicitaram, no dia 05 de junho, “uma negociação suplementar” face àquilo que é a lei e o enquadramento legal relativos à transição dos trabalhadores da atual carreira para a nova tabela e a contagem do tempo de anos de serviço na atual carreira, “mas até ao momento não houve nenhuma resposta por parte dos ministérios da Saúde e das Finanças”.

Os sindicatos pediram ainda a intervenção do primeiro-ministro, António Costa, que remeteu a questão para os dois ministérios.

Perante este impasse, os técnicos de diagnóstico e terapêutica decidiram voltar hoje à greve, que se repete no 13 de julho. A partir de 01 de julho irão realizar uma greve às horas extraordinárias por tempo indeterminado.

Para as 16:30, está marcada uma concentração junto à Assembleia da República, seguindo em marcha até ao Terreiro do Paço, residência oficial do primeiro-ministro, onde os profissionais vão ficar em vigília e entregar um manifesto ao primeiro-ministro.

No documento, os técnicos de diagnóstico e terapêutica explicam que o manifesto representa “uma tomada de posição” junto do primeiro-ministro e visa que “o assunto seja discutido no seio do Governo no sentido de não se dar por encerrado” o processo negocial “de forma unilateral”.

Expõem ainda as suas reivindicações, entre as quais um ajuste da tabela salarial, a transição para novas carreiras e o descongelamento de escalões.

+ notícias: Norte

Suspeito de rapto de menor de Ponte de Lima condenado a 8 anos e meio de prisão

O Tribunal de Aveiro condenou esta segunda-feira a oito anos e meio de prisão um homem de 24 anos por ter abusado sexualmente de duas raparigas de 13 anos.

Trabalhador ferido com gravidade em obra de construção civil em Paredes

Um homem de cerca de 50 anos ficou esta segunda-feira ferido com gravidade, em Paredes, ao ser atingido pela queda parcial de uma fachada em obra de construção civil, disse à Lusa fonte dos bombeiros de Baltar.

Freguesia de Sobrado luta por direito a transportes públicos e diz-se discriminada em Valongo

Mais de meia centena de pessoas concentraram-se hoje junto ao coreto da Vila de Sobrado, concelho de Valongo, distrito do Porto, para reivindicar o mesmo direito aos transportes públicos de que usufrui o resto do município.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.