Info

Impresa vende sede ao Novo Banco por 24,2 ME e financia obra de expansão

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 14 jun (Lusa) - A Impresa vendeu a sede em Paço de Arcos, Oeiras, ao Novo banco, a quem depois aluga novamente o edifício por 10 anos, uma operação de 24,2 milhões de euros, foi hoje anunciado ao mercado.

Fonte oficial da empresa dona da SIC e do Expresso explicou à agência Lusa que "esta operação servirá para pagar o empréstimo obrigacionista e para financiar a obra de expansão do edifício Impresa", que receberá a SIC.

"A Impresa - Sociedade Gestora de Participações Sociais alienou o edifício Impresa, em Paço de Arcos (Oeiras), ao Novo Banco, e que foi tomado em locação financeira pela Impresa, por um período de 10 anos. O montante envolvido na operação foi de 24,2 milhões de euros", anunciou a empresa num comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Em julho de 2014, a assembleia-geral de acionistas do grupo Impresa aprovou a contratação e emissão de um empréstimo obrigacionista até 30 milhões de euros, pelo prazo máximo de quatro anos, que vence, então, este ano.

Há cerca de um ano a Impresa cancelou a emissão de obrigações a subscrever por investidores qualificados num montante que podia chegar aos 35 milhões de euros, devido a alterações no setor dos media.

Até ao final do ano está a previsa a ida da SIC, atualmente em Carnaxide, para o edíficio Impresa, nas instalações de Paço de Arcos.

SP (SMS/ALU) // MSF

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Vistos Gold: Investimento cai 5% em setembro para 37 milhões de euros

O investimento resultante da atribuição de vistos 'gold' caiu 5% em setembro, em termos homólogos, para 37 milhões de euros, e 19% face a agosto, de acordo com os dados estatísticos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Carne de porco portuguesa duplica exportações ao iniciar vendas para a China em 2019

Os suinicultores portugueses têm "praticamente fechado" um acordo com a China, que lhes permite em 2019 duplicar as exportações e começar a crescer, três anos após a maior crise, anunciou esta terça-feira a Federação Portuguesa de Associações de Suinicultura (FPAS).

Maço de tabaco deve aumentar 10 cêntimos no próximo ano

O aumento do Imposto sobre o Tabaco (IT) previsto na proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) pode significar uma subida de cerca de 10 cêntimos no maço de cigarros, segundo simulações feitas pela consultora Deloitte.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.