Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Impresa vende sede ao Novo Banco por 24,2 ME e financia obra de expansão

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 14 jun (Lusa) - A Impresa vendeu a sede em Paço de Arcos, Oeiras, ao Novo banco, a quem depois aluga novamente o edifício por 10 anos, uma operação de 24,2 milhões de euros, foi hoje anunciado ao mercado.

Fonte oficial da empresa dona da SIC e do Expresso explicou à agência Lusa que "esta operação servirá para pagar o empréstimo obrigacionista e para financiar a obra de expansão do edifício Impresa", que receberá a SIC.

"A Impresa - Sociedade Gestora de Participações Sociais alienou o edifício Impresa, em Paço de Arcos (Oeiras), ao Novo Banco, e que foi tomado em locação financeira pela Impresa, por um período de 10 anos. O montante envolvido na operação foi de 24,2 milhões de euros", anunciou a empresa num comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Em julho de 2014, a assembleia-geral de acionistas do grupo Impresa aprovou a contratação e emissão de um empréstimo obrigacionista até 30 milhões de euros, pelo prazo máximo de quatro anos, que vence, então, este ano.

Há cerca de um ano a Impresa cancelou a emissão de obrigações a subscrever por investidores qualificados num montante que podia chegar aos 35 milhões de euros, devido a alterações no setor dos media.

Até ao final do ano está a previsa a ida da SIC, atualmente em Carnaxide, para o edíficio Impresa, nas instalações de Paço de Arcos.

SP (SMS/ALU) // MSF

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Produção no setor da construção sobe em abril com Portugal acima da média da UE

A produção no setor da construção aumentou, em abril, 1,8% na zona euro e 0,9% na União Europeia (UE), face ao mesmo mês de 2017, segundo o Eurostat, com Portugal a subir acima da média (3,2%).

Portugal com segunda menor taxa de oferta de emprego da UE no 1º trimestre

Portugal registou a segunda menor taxa de ofertas de emprego (0,9%) no primeiro trimestre, menos de metade da média da zona euro (2,1%) e da União Europeia (UE 2,2%), segundo o Eurostat.

Sabia que o prato do dia pode ficar mais caro por causa do IVA?

O prato do dia pode ficar mais caro por causa do aumento do IVA. O alerta é da DECO, tudo porque a emissão de faturas com a designação "prato do dia" pode alterar a taxas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.