Jornal Diário Jornal das 13

Levantados 2.500 autos por falta de limpeza de mato

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 14 jun (Lusa) -- O secretário de Estado da Proteção Civil anunciou hoje, no parlamento, que foram levantados, até à data, 2.500 autos de contraordenação devido à falta de limpeza de mato por parte dos particulares e empresas.

"No que diz respeito às ações de fiscalização do cumprimento do sistema nacional de defesa da floresta contra incêndios, até esta data, foram levantados 2.500 autos", disse José Neves aos deputados da Comissão de Agricultura e Mar.

Segundo o secretário de Estado, os 2.500 autos correspondem a infrações na gestão das faixas de combustível florestal, nomeadamente a limpeza de mato por parte de particulares e de empresas.

O governante avançou que 142 autos foram levantados na rede viária, 11 na rede ferroviária, 52 na rede elétrica, 1160 na envolvente de 50 metros das habitações e 515 na envolvente de 100 metros dos aglomerados populacionais.

O secretário de Estado apresenta na Comissão de Agricultura e Mar o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) deste ano.

CMP // JMR

Lusa/fim

+ notícias: Política

Governo autoriza arranque da terceira fase de obras no hospital de Gaia

O Governo autorizou o arranque da terceira fase de obras no Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E), indicou esta terça-feira a câmara de Vila Nova de Gaia após uma reunião com o Ministério da Saúde.

36 Câmaras Municipais que não têm o Plano Municipal Contra Incêndios atualizado

Há 36 Câmaras Municipais que não têm o Plano Municipal Contra Incêndios atualizado. A norma foi introduzida no Orçamento do Estado de 2018 e previa uma penalização até 20% para os municípios, que acabou por não acontecer. As autarquias garantem que não há motivos para alarme.

Concelhia do PSD/Porto acusa Rui Moreira de tentar "enganar a cidade" no caso Montebelo

O PSD do Porto acusa o movimento de Rui Moreira de tentar “enganar a cidade” e “ludibriar os portuenses” no caso Montebelo, recusando que aquela obra na Foz Velha tenha sido licenciada nos termos atuais nos mandatos de Rui Rio.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Olá Maria!

Trend(i) - diferentes tipos de bolsas...

N'Agenda

Exposição 'Amor com amor...