Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Euro cai face ao dólar após decisões do BCE

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 14 jun (Lusa) - O euro caiu hoje face ao dólar, anulando quase 10 dias de ganhos ligeiros, após o Banco Central Europeu (BCE) ter indicado que as taxas de juro se mantêm nos atuais níveis mínimos até ao verão de 2019.

Cerca das 17:50 (hora de Lisboa), o euro seguia a 1,1633 dólares, quando na quarta-feira ao final da tarde negociava a 1,1781 dólares.

O euro também recuou face ao iene, enquanto o dólar se manteve estável em relação à moeda japonesa.

O banco central deixou hoje as taxas de juro inalteradas e anunciou que espera mantê-las nos níveis atuais pelo menos até ao verão de 2019 ou o tempo necessário para assegurar uma evolução da inflação em conformidade com o pretendido pelo BCE (perto de 2%).

A principal taxa de refinanciamento mantém-se em 0% e as taxas de juro aplicáveis à facilidade permanente de cedência de liquidez e à facilidade permanente de depósito continuam em 0,25% e -0,40%, respetivamente.

O banco central também indicou que vai reduzir a partir de setembro as aquisições de dívida, terminando o programa de compra de ativos no fim do ano.

Divisas..........hoje................quarta-feira

Euro/dólar......1,1633.................... 1,1781

Euro/libra......0,87465.................. 0,88167

Euro/iene.......128,49.................... 130,17

Dólar/iene......110,46.................... 110,49

EO // MSF

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Produção no setor da construção sobe em abril com Portugal acima da média da UE

A produção no setor da construção aumentou, em abril, 1,8% na zona euro e 0,9% na União Europeia (UE), face ao mesmo mês de 2017, segundo o Eurostat, com Portugal a subir acima da média (3,2%).

Portugal com segunda menor taxa de oferta de emprego da UE no 1º trimestre

Portugal registou a segunda menor taxa de ofertas de emprego (0,9%) no primeiro trimestre, menos de metade da média da zona euro (2,1%) e da União Europeia (UE 2,2%), segundo o Eurostat.

Sabia que o prato do dia pode ficar mais caro por causa do IVA?

O prato do dia pode ficar mais caro por causa do aumento do IVA. O alerta é da DECO, tudo porque a emissão de faturas com a designação "prato do dia" pode alterar a taxas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.