Jornal Diário Jornal das 13

Governo dos Açores acompanha e avalia efeitos da seca prolongada na ilha Terceira

| Política
Porto Canal com Lusa

Ponta Delgada, Açores, 13 jul (Lusa) -- O Governo dos Açores garantiu hoje que está a acompanhar e a avaliar os efeitos da seca prolongada na ilha Terceira e caso seja necessário intervir para apoiar os agricultores nos prejuízos resultantes dessa situação.

Numa nota divulgada hoje pelo executivo açoriano, o secretário regional da Agricultura e Florestas refere que "o Governo dos Açores está a acompanhar e a avaliar, conjuntamente com a Associação Agrícola da Ilha Terceira, os efeitos da seca prolongada que está a atingir o setor agrícola".

O executivo acrescenta que "não se demitirá das suas responsabilidades caso seja necessário intervir para apoiar os agricultores nos prejuízos resultantes dessa situação".

"Confirmando-se uma situação de excecionalidade e de gravidade, o Governo Regional não se demitirá das suas responsabilidades", frisou João Ponte, aquando da inauguração do restaurante da Associação Agrícola da Ilha Terceira no Parque Multissetorial.

Segundo o governante, nas próximas semanas, será feita uma reavaliação da evolução da situação de seca, salientando que, se as condições atuais se agravarem, colocando em causa as sementeiras de milho em algumas zonas da ilha, o executivo "não deixará a lavoura da Terceira numa situação de maior fragilidade".

"Tivemos um mês de maio muito difícil, pois praticamente não choveu. Já estamos em meados de junho e apenas choveu nos dias 04 e 05, mas não com a mesma intensidade em todas as ilhas da Região", referiu, acrescentando que a situação em algumas zonas da ilha é particularmente "complexa".

APE // MSF

Lusa/fim

+ notícias: Política

Ministro diz que Traje à Vianesa tem condições para ser candidato a património mundial

O ministro da Cultura afirmou este sábado, em Viana do Castelo, onde marcou presença no cortejo da Romaria d' Agonia, que o Traje à Vianesa "tem todas as condições" para integrar a lista indicativa de Portugal a Património Mundial.

Governo decreta dispensa de trabalhadores que sejam bombeiros nos distritos em alerta

O Governo determinou esta sexta-feira a dispensa de funcionários públicos e do setor privado que sejam ao mesmo tempo bombeiros nos distritos em alerta vermelho "face ao significativo agravamento do risco de incêndio florestal".

BE quer aproximar salários dos trabalhadores aos dos gestores

O Bloco de Esquerda (BE) quer diminuir a desigualdade salarial entre os gestores e os trabalhadores da mesma empresa em Portugal, avançando com um projeto de lei que abre a porta à fixação de rácios.

Atualizado 18-08-2018 11:50

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.