Jornal Diário Jornal das 13

PS/Beja quer aeroporto da cidade "valorizado" e "complementar" ao de Lisboa

| Política
Porto Canal com Lusa

Beja, 13 jun (Lusa) - O PS/Beja defendeu hoje que o aeroporto local "é um importante ativo que deve ser valorizado e promovido" e "complementar" ao de Lisboa, que já atingiu "o limite da sua capacidade útil" e tem "constrangimentos".

"Com os constrangimentos verificados" no aeroporto de Lisboa, "atingindo o limite da sua capacidade útil", o aeroporto de Beja "surge como uma infraestrutura aeroportuária complementar, importante para a ampliação das capacidades logísticas colocadas ao serviço da dinamização da economia e da valorização do potencial do setor do turismo", refere a Federação do Baixo Alentejo do PS.

Num comunicado enviado à agência Lusa, a federação socialista defende que o aeroporto de Beja, o 4.º de Portugal Continental, "é um importante ativo que deve ser valorizado e promovido", sublinhando "a relevância da realização" da operação de voos "charter" que decorre este mês entre Beja e Tenerife, em Espanha.

O "sentido de valorização" do aeroporto alentejano "tem estado sempre presente nos passos positivos que têm sido dados para gerar soluções de dinamização da infraestrutura, que, afirmado o potencial da região, contribuem para a economia nacional", frisam os socialistas do Baixo Alentejo.

Segundo o PS, o "enorme potencial agrícola gerado pelo Alqueva e a afirmação de renovadas marcas da identidade e da capacidade produtiva da região certamente contribuirão para somar ainda mais sentido" ao aeroporto de Beja "como canal de escoamento de produtos e da circulação de pessoas e bens, com impactos positivos na economia regional".

O primeiro voo da operação partiu do aeroporto de Beja para Tenerife na passada segunda-feira e os restantes voos vão decorrer nos dias 18 e 25 deste mês, segundo a ANA Aeroportos de Portugal.

A ANA indicou à agência Lusa que se trata de uma operação de "outbond", associada a um pacote turístico, que oferece a passageiros nacionais a possibilidade de viajarem para Tenerife com partida de Beja, com voos de ida e volta.

Os voos "charter", referiu, são "operados pela companhia aérea Air Horizont", sendo a operação "assegurada por dois operadores turísticos, a Soltour e a Jolidey".

"Por agora", esta operação é "pontual", mas a ANA vai acompanhá-la "de forma próxima" e "manter, como fez até agora, contactos com companhias aéreas e operadores turísticos" para "avaliar outras oportunidades" para o aeroporto de Beja, ciente das "vantagens" da infraestrutura "para o processamento deste tipo" de voos e pacotes turísticos.

O aeroporto de Beja, que custou 33 milhões de euros e resulta do aproveitamento civil da Base Aérea n.º 11, começou a operar a 13 de abril de 2011, quando se realizou o voo inaugural, mas, desde então, apesar de aberto, tem estado praticamente vazio e sem voos e passageiros na maioria dos dias.

LL (RRL) // MLM

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Ministro diz que Traje à Vianesa tem condições para ser candidato a património mundial

O ministro da Cultura afirmou este sábado, em Viana do Castelo, onde marcou presença no cortejo da Romaria d' Agonia, que o Traje à Vianesa "tem todas as condições" para integrar a lista indicativa de Portugal a Património Mundial.

Governo decreta dispensa de trabalhadores que sejam bombeiros nos distritos em alerta

O Governo determinou esta sexta-feira a dispensa de funcionários públicos e do setor privado que sejam ao mesmo tempo bombeiros nos distritos em alerta vermelho "face ao significativo agravamento do risco de incêndio florestal".

BE quer aproximar salários dos trabalhadores aos dos gestores

O Bloco de Esquerda (BE) quer diminuir a desigualdade salarial entre os gestores e os trabalhadores da mesma empresa em Portugal, avançando com um projeto de lei que abre a porta à fixação de rácios.

Atualizado 18-08-2018 11:50

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.