Jornal Diário Jornal das 13

Pedrógão Grande: Número de arguidos aumenta para dez

Pedrógão Grande: Número de arguidos aumenta para dez
| País
Porto Canal com Lusa

O número de arguidos no inquérito relacionado com os incêndios de Pedrógão Grande, norte do distrito de Leiria, que provocaram 66 mortos, aumentou para dez, informou esta segunda-feira a Procuradoria-Geral Distrital de Coimbra (PGDC).

Atualizado 11-06-2018 15:31

"Neste momento, o processo tem dez arguidos, todas pessoas singulares", refere a informação disponível no sítio na Internet da PGDC.

Segundo a mesma informação, "no âmbito deste inquérito foram realizadas inúmeras diligências, sobretudo de caráter pericial e foram ouvidas mais de duas centenas de testemunhas".

"Constituíram-se como assistentes 12 pessoas", adianta a PGDC, esclarecendo que "as diligências prosseguem, encontrando-se o inquérito em estado avançado de investigação, sendo previsível a conclusão do mesmo no prazo de dois meses".

No inquérito, em segredo de justiça, o Ministério Público é coadjuvado pela Polícia Judiciária, investigando-se "factos suscetíveis de integrarem os crimes de homicídio por negligência e ofensas corporais por negligência", explicou em maio a PGDC.

Em junho de 2017, os incêndios que deflagraram na zona de Pedrógão Grande, norte do distrito de Leiria, provocaram 66 mortos: a contabilização oficial assinalou 64 vítimas mortais, mas houve ainda registo de uma mulher que morreu atropelada ao fugir das chamas e uma outra que estava internada desde então, em Coimbra, e que acabou também por morrer. Houve ainda mais de 250 feridos.

Em 02 de maio, a PGDC anunciou que o número de arguidos naquela data eram seis.

"O inquérito relativo aos incêndios de Pedrógão Grande tem seis arguidos. Dois haviam sido constituídos em dezembro último [de 2017]. Os restantes quatro, três deles ligados à área de gestão de combustíveis e um às operações de comando de combate ao incêndio, foram constituídos e interrogados como arguidos nos últimos dias de abril", anunciou na ocasião.

No mesmo dia, num esclarecimento enviado à agência Lusa, a Ascendi Pinhal Interior informou ter "conhecimento de que dois dos seus colaboradores afetos a esta subconcessionária foram ouvidos em interrogatório e constituídos arguidos no âmbito da investigação" aos incêndios de Pedrógão Grande e concelhos limítrofes.

Em dezembro de 2017, foram constituídos arguidos o comandante dos bombeiros de Pedrógão Grande, Augusto Arnaut, e o segundo comandante distrital de Leiria, Mário Cerol.

+ notícias: País

Proteção Civil prolonga alerta vermelho até quarta-feira

A Autoridade Nacional de Proteção Civil anunciou hoje que vai prolongar o alerta vermelho em sete distritos do país até quarta-feira devido ao aumento do número de ocorrências que se tem registado.

Jovem morre afogado na barragem da Aguieira em Santa Comba Dão

Um jovem foi encontrado morto às 00:30 de hoje depois de se ter afogado na barragem da Aguieira, no concelho de Santa Comba Dão, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro.

Cerca de 60 concelhos de 13 distritos do continente em risco máximo

Cerca de 60 concelhos de 13 distritos de Portugal continental apresentam hoje risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Olá Maria!

Trend(i) - diferentes tipos de bolsas...

N'Agenda

Exposição 'Amor com amor...