Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Primavera Sound ultrapassa os 100 mil visitantes e regressa de 06 a 08 junho em 2019

| Norte
Porto Canal com Lusa

O Primavera Sound do Porto, cuja sétima edição chega ao fim esta madrugada, fecha com um registo de mais de 100 mil visitantes este ano e regressa entre 06 e 08 de junho de 2019, anunciou este domingo a organização.

Atualizado 11-06-2018 11:21

"Com uma média de 30 mil pessoas em cada um dos três dias no Parque da Cidade, além das cerca de 30 mil que se reuniram em frente à Câmara Municipal do Porto no concerto grátis de Fatboy Slim, no dia 07 de junho, o NOS Primavera Sound recebeu público de mais de 60 países", lê-se num comunicado divulgado esta noite pela organização, que considerou esta sétima edição como um "ponto de viragem na trajetória do festival".

Segundo a organização, "há edições que marcam um antes e um depois num festival, e a sétima do Primavera Sound no Porto será lembrada como uma delas", acrescenta o mesmo documento.

O Primavera Sound 2018 ultrapassou pela primeira vez a barreira dos "100 mil visitantes" com uma programação artística liderada por Nick Cave and The Seeds, Lorde, A$AP Rocky, Tyler, The Creator, The War on Drugs, Fever Ray e Jamie XX, entre outros, consolidando o festival português como "um dos eventos de referência a nível europeu", acrescenta a organização.

O diretor do Primavera Sound, José Barreiro, mostrou-se hoje "satisfeito com o sucesso desta edição", onde foi possível "elevar ainda mais o padrão de conforto e comodidade de todos os que visitam o festival".

O Primavera Sound regressa ao Parque da Cidade de 06 a 08 de junho de 2019.

+ notícias: Norte

Porto marca "arranque formal" do processo para nova ponte sobre o Douro

A Câmara do Porto analisa numa reunião de terça-feira um protocolo a assinar com a congénere de Vila Nova de Gaia que formaliza o início do processo da nova ponte sobre o rio Douro, informou fonte autárquica.

Dezenas de pessoas protestam em Braga contra encerramento de parque canino

Dezenas de pessoas, acompanhadas por cães, protestaram, no passado domingo, nas ruas de Braga contra o encerramento do parque canino das Lameiras. A decisão foi tomada pela autarquia depois de ter recebido várias queixas dos moradores.

Artistas de cinco nacionalidades criam arte com materiais orgânicos na Póvoa de Lanhoso

Vários artistas de cinco nacionalidades vão criar arte junto à árvore mais antiga da Península Ibérica, situada na Póvoa de Lanhoso. Os artistas elaboram obras de arte recorrendo a materiais orgânicos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.