Info

PrimaveraSound: The Breeders tocam um "mélange" de músicas antigas e de "All Never"

| Norte
Porto Canal com Lusa

Porto, 08 jun (Lusa) - A banda norte-americana The Breeders, com Kim Deal (ex-Pixies), sobem hoje à noite ao palco do Primavera Sound do Porto com um "mélange" (mistura) de músicas antigas, como o "Last Splash", com faixas do álbum "All Nerve" editado este ano.

Numa entrevista, hoje à tarde, à agência Lusa, a baixista da banda de rock alternativo de Ohio (EUA), Josephine Wiggs, afirmou que o concerto no Primavera Sound ia ter uma duração de 60 minutos, "nem mais, nem menos", e revelou que o reportório ia ser um "mélange" de canções, com metade do espetáculo preenchido com "old things" (músicas antigas), designadamente do álbum "Last Splash" (1993) e a outra metade com "coisas novas do novo álbum", "All Nerve", que saiu em março passado e foi o primeiro em dez anos.

Questionados sobre quais eram os planos e os sonhos de uma banda com quase 30 anos de existência, Kim Deal, 57 anos, um dos elementos da banda Pixies que marcou os anos de 1990, inspirou fundo ruidosamente e mostrou-se surpreendida perante o resto da banda, com o facto de os elementos se terem conhecido em 1988, ou seja há já três décadas.

Depois de recomposta com a verdade dos factos, garantidos por Josephine Wiggs, Kim Deal assumiu que, para os próximos anos, não há "nenhum esquema montado ou estratégia definida" - apenas querem continuar a fazer boas canções.

"Eu desejaria ter o que as outras bandas têm, com pessoas que são bons administradores, com políticas, ideias, estratégias, mas nós só estamos a tentar dar o próximo passo, sem qualquer estratégia. Não há um grande esquema. Queremos fazer realmente música boa, esta tarde", declarou a líder das Breeders, assumindo que o sentido da banda é continuar a "fazer nova música".

Questionada sobre o que pensa sobre as políticas do presidente dos EUA, Donald Trump, Kelley Deal, guitarrista da banda e irmã gémea de Kim Deal, assumiu que é "obcecada" por ver notícias desde o jornal The New York Times, passando pelos canais CNN, MSNBC ou ainda pelo Washington Post, e que, depois de ver tantas notícias, fica "preocupada" e pensa que tem "de votar", mas ao mesmo tempo afirma que não pode "ficar refém desse excesso de informação".

"Tento sempre manter o equilíbrio em manter-me informada, mas, ao mesmo tempo, pensar que vai ficar tudo bem a longo prazo", concluiu a guitarrista principal das The Breeders, recordando que, no tempo em que era mais nova, não havia Internet e, para ela, os portugueses eram um "povo que só existia nos livros". Mas hoje os jovens têm acesso a qualquer tipo de informação e podem falar com qualquer cidadão do mundo.

A banda norte-americana atua esta noite a partir das 19:50, no palco NOS do Primavera Sound 2018.

A$AP Rocky, Vince Staples, Grizzly Bear e Unknown Mortal Orchestra são alguns dos destaques deste segundo dia do festival de música, que hoje abriu portas com o'rock' barcelense pelas mãos de Solar Corona e Black Bombaim.

CCM/AXYG/ASA/SIYF // MAG

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Despiste automóvel provoca um morto em Vila Verde, Braga

Um despiste automóvel na freguesia de Cabanelas, concelho de Vila Verde, distrito de Braga, provocou ao início da tarde deste domingo uma vítima mortal, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros locais.

Guarda prisional da cadeia de Paços de Ferreira assistido pelo INEM após agressão

Um guarda prisional da cadeia de Paços de Ferreira foi agredido pelas 11h00 deste domingo, tendo sido assistido no local pelos bombeiros e pelo INEM, disse à agência Lusa fonte do CDOS do Porto.

Porto vende 35 mil francesinhas por dia com ajuda dos turistas

O Porto vende pelo menos 35 mil francesinhas por dia nos mais de 700 cafés e restaurantes da cidade, o que significa que por mês há cerca de um milhão daquelas sanduíches especiais a serem degustadas no município.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.