Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Quinze detidos no Porto, Vila do Conde, Póvoa de Varzim e Gondomar

Quinze detidos no Porto, Vila do Conde, Póvoa de Varzim e Gondomar
| Norte
Porto Canal com Lusa

A PSP do Porto fez 15 detenções em várias operações policiais desenvolvidas entre as 17h00 de sexta-feira e as 06h00 deste sábado no Porto, Vila do Conde, Póvoa de Varzim e Gondomar, dez das quais por tráfico de droga.

Em comunicado, o Comando Metropolitano do Porto da PSP acrescenta que duas outras pessoas foram detidas por furto de carteiras, outras tantas por condução sob o efeito de álcool e uma por mandado.

A detenção dos dois suspeitos de furto de carteiras aconteceu junto do tabuleiro inferior da ponte D. Luís I, no Porto, sendo que os detidos, “em comunhão de esforços e através de astúcia, subtraíram um par de óculos graduados a um casal de turistas”, explica a PSP. Foram “de imediato intercetados” pela polícia.

As operações desenvolvidas pela PSP do Porto incluíram ainda a fiscalização de 317 condutores e respetivas viaturas, tendo 226 condutores sido submetidos ao teste de álcool no sangue e 29 cidadãos sido identificados no âmbito do combate ao consumo e tráfico de estupefacientes.

Daqui resultou a instauração de seis autos de ocorrência por consumo de estupefacientes e a apreensão cerca de 266 doses de haxixe, 48 de cocaína e 15 de Ecstasy.

Ainda apreendidos foram seis documentos de veículos automóveis, um par de óculos graduados e 54 euros, assim como instaurados autos de notícia por contraordenação (ANCO) relativos a 16 infrações ao Código da Estrada.

+ notícias: Norte

Avarias na rede fixa deixam aldeia de Vila Pouca de Aguiar isolada

Os habitantes da aldeia Ribeirinha, em Vila Pouca de Aguiar, não têm cobertura de rede móvel e internet. As avarias na rede fixa são também frequentes e a população sente-se desprotegida, principalmente em situações de emergência.

Infestação de moscas obrigou ao encerramento do bloco pediátrico do São João

Uma infestação de moscas obrigou hoje ao encerramento do bloco cirúrgico pediátrico do Hospital de São João, no Porto, o que, segundo o presidente desta unidade hospitalar, é “uma prova inequívoca das condições degradantes da assistência”.

Fora da Caixa - São João

No Porto ultimam-se pormenores para aquela que é considerada a noite mais longa do ano, onde a tradição ainda é o que era.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.