Info

Quinze detidos no Porto, Vila do Conde, Póvoa de Varzim e Gondomar

Quinze detidos no Porto, Vila do Conde, Póvoa de Varzim e Gondomar
| Norte
Porto Canal com Lusa

A PSP do Porto fez 15 detenções em várias operações policiais desenvolvidas entre as 17h00 de sexta-feira e as 06h00 deste sábado no Porto, Vila do Conde, Póvoa de Varzim e Gondomar, dez das quais por tráfico de droga.

Em comunicado, o Comando Metropolitano do Porto da PSP acrescenta que duas outras pessoas foram detidas por furto de carteiras, outras tantas por condução sob o efeito de álcool e uma por mandado.

A detenção dos dois suspeitos de furto de carteiras aconteceu junto do tabuleiro inferior da ponte D. Luís I, no Porto, sendo que os detidos, “em comunhão de esforços e através de astúcia, subtraíram um par de óculos graduados a um casal de turistas”, explica a PSP. Foram “de imediato intercetados” pela polícia.

As operações desenvolvidas pela PSP do Porto incluíram ainda a fiscalização de 317 condutores e respetivas viaturas, tendo 226 condutores sido submetidos ao teste de álcool no sangue e 29 cidadãos sido identificados no âmbito do combate ao consumo e tráfico de estupefacientes.

Daqui resultou a instauração de seis autos de ocorrência por consumo de estupefacientes e a apreensão cerca de 266 doses de haxixe, 48 de cocaína e 15 de Ecstasy.

Ainda apreendidos foram seis documentos de veículos automóveis, um par de óculos graduados e 54 euros, assim como instaurados autos de notícia por contraordenação (ANCO) relativos a 16 infrações ao Código da Estrada.

+ notícias: Norte

Corpo encontrado em carro incenciado em Vieira do Minho

Um homem foi hoje encontrado morto num carro incendiado num "desvio" da EN-103 em Ruivães, Vieira do Minho, um caso que as autoridades policiais estão a investigar, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Braga.

Alunos de Vinhais fecham escola por causa do frio

Os alunos da escola secundária de Vinhais queixam-se do frio nas salas de aulas. Não se fazem obras no centro escolar há mais de 30 anos e os 300 alunos protestam contra a falta de condições.

População de Covas do Barroso está contra o projeto da mina de lítio

A população de Covas do Barroso e a autarquia de Boticas estão contra o projeto de uma mina de lítio a céu aberto em território classificado como Património Agrícola Mundial. A empresa responsável fala num investimento de 500 milhões de euros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.