Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Proteção Civil alerta para burlas com coimas sobre limpeza dos terrenos florestais

| País
Porto Canal com Lusa

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) alertou este sábado para a existência de tentativas de burla relacionadas com coimas sobre alegados incumprimentos na limpeza dos terrenos florestais, referindo que a entidade não cobra multas.

"A Autoridade Nacional de Proteção Civil adverte os cidadãos para a eventualidade de poderem ser abordados por estranhos, que, agindo de má-fé e fazendo-se passar por elementos da proteção civil, visem burlar os desprevenidos, fazendo-os crer na existência de coimas em seu nome devidas pelo incumprimento das obrigações legais de limpeza dos terrenos florestais de que são proprietários", refere a ANPC num comunicado enviado à agência Lusa.

A Proteção Civil revela que já teve conhecimento de um caso, que ocorreu no distrito de Viana do Castelo.

"O burlão em causa demandou um cidadão para que este fizesse o pagamento do valor de uma coima, para um determinado NIB, até ao final desse mesmo dia, sob pena daquele duplicar", adianta a nota.

A ANPC esclarece que os serviços de proteção civil não procedem à cobrança de coimas por incumprimento das obrigações legais de limpeza dos terrenos florestais.

"Recomenda-se que qualquer tentativa feita nesse sentido seja imediatamente participada às autoridades policiais", conclui.

+ notícias: País

Trabalhadores do Infarmed voltam a rejeitar deslocalização para o Porto

A quase totalidade dos trabalhadores do Infarmed discorda da deslocalização da Autoridade do Medicamento de Lisboa para o Porto e apenas sete por cento estaria disponível para se mudar, segundo dados de um inquérito realizado hoje.

Ordem dos Médicos diz que relatório mostra que parceiros têm razão sobre lacunas na saúde

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que o Relatório de Primavera 2018, que aponta diversas lacunas ao nível da saúde, veio apenas demonstrar o que tem sido referido pelos parceiros do setor sobre a falta de investimento no setor.

Atualizado 19-06-2018 15:11

Hospitais públicos estão endividados e "à beira de um ataque de nervos"

Os hospitais públicos estão endividados e "à beira de um ataque de nervos", mostrando que a crise económica continua no setor hospitalar, segundo o relatório do Observatório Português dos Sistemas de Saúde (OPSS).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.