Info

Retomadas buscas para encontrar pescador desaparecido na praia do Malhão

Retomadas buscas para encontrar pescador desaparecido na praia do Malhão
| País
Porto Canal com Lusa

A autoridades retomaram ao início da manhã desta terça-feira as buscas para encontrar o homem que desapareceu no domingo na praia do Malhão, Vila Nova de Milfontes (Beja), disse à Lusa fonte da Capitania do Porto de Sines.

Segundo a fonte, as buscas foram retomadas pelas 07:30 e estão envolvidos nas operações um helicóptero da Força Aérea, uma corveta da Marinha, meios e elementos do Instituto de Socorros a Náufragos, da Capitania do Porto de Sines, da Polícia Marítima de Sines, dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Milfontes, o Grupo de Mergulho Forense da Polícia Marítima e a GNR.

O homem, de 27 anos, desapareceu no domingo, após ter caído ao mar quando pescava com um grupo de amigos numa falésia a sul da praia do Malhão, em Vila Nova de Milfontes, no distrito de Beja.

O alerta para o desaparecimento do homem foi dado às autoridades por um elemento do grupo por volta das 20:15 de domingo, segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja.

+ notícias: País

Falta de trabalhadores e falhas de segurança na origem de vários descarrilamentos na ferrovia portuguesa

Na semana passada o Porto Canal mostrou, numa grande reportagem, as linhas e comboios envelhecidos, fruto de décadas de desinvestimento. Esta semana, falamos de falhas de segurança e falta de trabalhadores que estiveram na origem de vários descarrilamentos. A Infraestruturas de Portugal (IP) assume que não tem meios suficientes porque o Governo não permite a contratação de mais.

Governo decreta Situação de Alerta até 30 de maio devido ao calor

O território continental está desde as 20h00 desta sexta-feira e até às 23h59 de 30 de maio, quinta-feira, em Situação de Alerta, devido às previsões meteorológicas que "apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio florestal".

Infarmed garante que vai continuar a promover o acesso de todos os doentes a terapêuticas inovadoras

O Infarmed garante que vai continuar a promover o acesso de todos os doentes a terapêuticas inovadoras, mas defende que é preciso rever as orientações de avaliação económica de medicamentos. A garantia surge na sequência de notícias que apontavam para uma limitação do acesso dos doentes a novos medicamentos para diminuir os gastos para os hospitais.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.