Jornal Diário Jornal das 13

Porto Rico não está preparado para época de furacões

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Hartford, Estados Unidos, 18 mai (Lusa) - A presidente da câmara de San Juan afirmou que a ilha não está preparada para enfrentar a próxima época de furacões, numa altura em que ainda "precisa desesperadamente" de ajuda para recuperar da devastação causada pelo furacão Maria.

Carmen Yulin Cruz fez o apelo na quinta-feira, no estado de Connecticut (nordeste dos Estados Unidos), onde recebeu o prémio 'campeã latina" no fórum anual Latinas & Power Symposium, que promove mulheres profissionais hispânicas.

No discurso, Cruz lembrou que as "mil pessoas que morreram" e alertou para "todas as que ainda vão morrer", na sequência do furacão Maria, em setembro, que destruiu dois terços da rede elétrica de Porto Rico e causou danos estimados em 100 mil milhões de dólares (84,7 mil milhões de euros). O balanço oficial das autoridades norte-americanas foi de 68 mortos.

No início do ano, cerca de 40% da população de Porto Rico continuava sem eletricidade e a aguardar pelas ajudas aprovadas pelo Congresso norte-americano.

Cruz, que tem sido uma crítica feroz à ausência de resposta de Washington, acusou uma vez mais a Casa Branca e Agência Federal de Gestão de Emergências nos sucessivos atrasos com as ajudas prometidas.

Para a presidente da câmara, Porto Rico foi devastado pelo furacão Maria e novamente pelo "furacão Trump", que fecha os olhos às centenas de milhares de pessoas "em busca de comida, água e outras mantimentos básicos".

FST // EJ

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Novo balanço aponta para pelo menos 357 mortos após inundações em Kerala, Índia

Um novo balanço das autoridades indianas aponta para pelo menos 357 mortos na sequência das inundações que atingiram Kerala, na Índia, as mais graves em 100 anos naquele estado do sul do país.

Sismo de 6,3 atinge a ilha de Lombok, na Indonésia, o quarto em menos de um mês

Um novo sismo de magnitude 6,3 atingiu este domingo a ilha Lombok, na Indonésia, o quarto em menos de um mês, informaram os Serviços Geológicos dos Estados Unidos.

Autoridades espanholas resgatam 151 migrantes no mar

Cento e cinquenta e um migrantes, dos quais 20 mulheres e 34 crianças, foram levados para o porto de Málaga pelas autoridades marítimas de Espanha, após terem sido resgatadas de três embarcações no mar.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Olá Maria!

Trend(i) - diferentes tipos de bolsas...

N'Agenda

Exposição 'Amor com amor...