Info

Colômbia acusa Caracas de usar colombianos para votarem nas presidenciais

| Mundo
Porto Canal com Lusa

­Caracas, 18 mai (Lusa) - O Presidente da Colômbia denunciou na quinta-feira que o chefe de Estado da Venezuela ativou um plano para dar documentos de identificação e transportar cidadãos colombianos para votarem nas eleições presidenciais venezuelanas de domingo.

"De acordo com fontes dos serviços secretos, temos conhecimento de um plano do regime de [Nicolas] Maduro, em marcha desde finais do ano passado, para conceder identificação e transporte a cidadãos colombianos para votarem no próximo domingo, 20 de maio", afirmou Juan Manuel Santos.

A denúncia foi feita na televisão estatal colombiana, Canal Institucional. Juan Manuel Santos sublinhou que Bogotá não aceitará os resultados eleitorais.

"Reitero que não vamos reconhecer os resultados dessas eleições", acrescentou.

O Presidente colombiano explicou pormenores do plano venezuelano em curso, como "os procedimentos e os pagamentos para garantir o movimento de eleitores e o voto a favor de Maduro", o que levou o Governo colombiano a ordenar um reforço dos controlos fronteiriços.

FPG // EJ

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Balanço de mortos no incêndio no oleoduto no México sobe para 79

O número de mortos no incêndio após a explosão num oleoduto em Tlahuelilpan, no estado mexicano de Hidalgo, aumentou para 79 pessoas, com a morte de seis pessoas que estavam hospitalizadas.

Pelo menos 20 mortos em incêndio de oleoduto no México

Pelo menos 20 pessoas morreram e 54 ficaram feridas na sequência de um incêndio de grandes dimensões num oleoduto no centro do México, anunciaram na sexta-feira as autoridades mexicanas.

Parlamento britânico chumba moção de censura ao Governo conservador de May

O Parlamento britânico rejeitou hoje uma moção de censura ao Governo conservador da primeira-ministra Theresa May, com 325 votos contra e 306 a favor.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.