Info

Dois reclusos da prisão de Castelo Branco internados com tuberculose

| País
Porto Canal com Lusa

Castelo Branco, 17 mai (Lusa) - Dois reclusos do Estabelecimento Prisional de Castelo Branco, colocados em regime aberto, estão internados depois de lhes ter sido diagnosticada tuberculose, confirmou hoje à agência Lusa a Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP).

"Informa-se que exames feitos, em Hospital do Serviço Nacional de Saúde, a dois reclusos colocados em Regime Aberto no Estabelecimento Prisional de Castelo Branco, deram positivo para a tuberculose", explica, por escrito, fonte da DGRSP.

A mesma fonte "desmente em absoluto" que haja qualquer surto de tuberculose no Estabelecimento Prisional de Castelo Branco e adianta que os dois reclusos estão internados no Hospital Prisional de São João de Deus, em Caxias, e que o seu estado de saúde "está a evoluir favoravelmente".

A DGRSP sublinha ainda que, de acordo com o protocolado, e em articulação com o delegado de saúde local e com o Centro de Diagnóstico Pneumológico de Castelo Branco, já foram efetuadas testes a todos os reclusos do regime aberto deste estabelecimento prisional.

"Já se efetuaram Testes de 'Mantoux' a todos os reclusos do regime aberto do Estabelecimento Prisional de Castelo Branco e que se encontram a decorrer os exames aos trabalhadores do estabelecimento prisional, sem que, até ao presente momento, nos tenha sido notificado qualquer situação anómala", conclui.

CAYC // SSS

Lusa/Fim

+ notícias: País

Quatro distritos do continente sob aviso amarelo devido à chuva

Quatro distritos de Portugal continental estão esta terça-feira sob aviso amarelo devido à previsão de aguaceiros, por vezes fortes, e possibilidade de trovoada, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Guardas prisionais iniciam greve de três dias e exigem cumprimento de promessa do Governo

Os guardas prisionais iniciaram às 00h00 desta terça-feira uma greve de três dias e juntam-se na sexta-feira à paralisação da função pública, reivindicando questões ligadas à carreira e o cumprimento da promessa da tutela sobre revisão do estatuto profissional.

Mulher de 84 anos morre em incêndio na sua habitação em Viseu

Uma mulher de 84 anos de idade morreu este domingo na sequência de um incêndio no apartamento onde residia, na cidade de Viseu, e do qual seria a única a habitante.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.