Info

Costa espera ter lei da violência no desporto pronta na próxima sessão legislativa

| Política
Porto Canal com Lusa

Sófia, 17 mai (Lusa) -- O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje que espera ter a nova lei da violência no desporto preparada para o início da próxima sessão legislativa e insistiu na importância da criação de uma autoridade nacional contra a violência no desporto.

"O secretário de Estado da Juventude e do Desporto já tinha anunciado, no princípio de abril, que estava a trabalhar na elaboração da nova lei, e é neste caso que existirá uma autoridade que permita agir depressa e bem para ter uma atitude mais preventiva do que reativa", esclareceu.

Em declarações aos jornalistas em Sófia, à margem da Cimeira União Europeia-Balcãs, o primeiro-ministro português considerou "essencial" a criação de uma autoridade "que não permita que, ao longo da época, se vá criando um clima a partir do qual germinam atos de violência como aqueles que aconteceram na Academia do Sporting, em Alcochete, na terça-feira.

António Costa afirmou que a nova lei da violência no desporto "está a ser elaborada e, assim que estiver apresentada, será levada à Assembleia da República".

"Seguramente, [estará pronta] para o início da próxima sessão legislativa. É preciso aproveitar este defeso desportivo para regulamentar estas matérias", defendeu.

Na quarta-feira, o primeiro-ministro anunciou a criação de autoridade nacional contra a violência no desporto, na sequência dos atos de violência ocorridos na terça-feira.

Também hoje o secretário de Estado da Juventude e do Desporto recordou em Coimbra que no dia 03 de abril anunciou na Assembleia da República que o Governo estava a preparar uma alteração à lei da violência no desporto.

João Paulo Rebelo reagia assim a uma notícia hoje divulgada pelo jornal Público, que sublinhava que o Governo está há mais de um ano a "prometer medidas que nunca saíram da gaveta".

"Em abril deste ano -- 03 de abril - e não em abril do ano passado, anunciei na Assembleia da República (AR) que o Governo estava a preparar uma alteração à lei da violência. Esta proposta de lei -- a lei é da competência da AR -- passará anteriormente em Conselho de Ministros, mas como o senhor primeiro-ministro já disse, para a semana teremos muitas notícias sobre este assunto", sintetizou.

No primeiro treino para a final da Taça, que vai disputar com o Desportivo das Aves, a equipa de futebol foi atacada na Academia Sporting, em Alcochete, na terça-feira, por um grupo de cerca de 50 alegados adeptos encapuzados, que agrediram técnicos e jogadores.

A GNR deteve 23 dos atacantes e as reações de condenação do ataque foram generalizadas e abrangeram o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e o primeiro-ministro, António Costa.

AMG // JPS

Lusa/fim

+ notícias: Política

Governo identifica quase duas centenas de pedreiras em situação crítica

O Governo identificou em 13% das pedreiras que dependem do Estado central, ou seja, 191 casos, "situações críticas", de acordo com o primeiro levantamento exaustivo das maiores pedreiras existentes em Portugal continental, a que o Expresso teve acesso.

Assunção Cristas lamenta desinteresse de Costa por setor da saúde "em rutura"

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, lamentou este sábado e o desinteresse do chefe do Governo pelo setor da saúde, descrevendo-o como "em rutura" devido à "austeridade escondida", numa conferência sobre o tema organizada pelo partido na sede de Lisboa.

Aprovada moção de confiança à direção de Rui Rio

O Conselho Nacional do PSD aprovou hoje a moção de confiança à Comissão Política Nacional liderada por Rui Rio, com 75 votos a favor, 50 contra e um nulo, segundo fonte oficial do PSD.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.