Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Costa espera ter lei da violência no desporto pronta na próxima sessão legislativa

| Política
Porto Canal com Lusa

Sófia, 17 mai (Lusa) -- O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje que espera ter a nova lei da violência no desporto preparada para o início da próxima sessão legislativa e insistiu na importância da criação de uma autoridade nacional contra a violência no desporto.

"O secretário de Estado da Juventude e do Desporto já tinha anunciado, no princípio de abril, que estava a trabalhar na elaboração da nova lei, e é neste caso que existirá uma autoridade que permita agir depressa e bem para ter uma atitude mais preventiva do que reativa", esclareceu.

Em declarações aos jornalistas em Sófia, à margem da Cimeira União Europeia-Balcãs, o primeiro-ministro português considerou "essencial" a criação de uma autoridade "que não permita que, ao longo da época, se vá criando um clima a partir do qual germinam atos de violência como aqueles que aconteceram na Academia do Sporting, em Alcochete, na terça-feira.

António Costa afirmou que a nova lei da violência no desporto "está a ser elaborada e, assim que estiver apresentada, será levada à Assembleia da República".

"Seguramente, [estará pronta] para o início da próxima sessão legislativa. É preciso aproveitar este defeso desportivo para regulamentar estas matérias", defendeu.

Na quarta-feira, o primeiro-ministro anunciou a criação de autoridade nacional contra a violência no desporto, na sequência dos atos de violência ocorridos na terça-feira.

Também hoje o secretário de Estado da Juventude e do Desporto recordou em Coimbra que no dia 03 de abril anunciou na Assembleia da República que o Governo estava a preparar uma alteração à lei da violência no desporto.

João Paulo Rebelo reagia assim a uma notícia hoje divulgada pelo jornal Público, que sublinhava que o Governo está há mais de um ano a "prometer medidas que nunca saíram da gaveta".

"Em abril deste ano -- 03 de abril - e não em abril do ano passado, anunciei na Assembleia da República (AR) que o Governo estava a preparar uma alteração à lei da violência. Esta proposta de lei -- a lei é da competência da AR -- passará anteriormente em Conselho de Ministros, mas como o senhor primeiro-ministro já disse, para a semana teremos muitas notícias sobre este assunto", sintetizou.

No primeiro treino para a final da Taça, que vai disputar com o Desportivo das Aves, a equipa de futebol foi atacada na Academia Sporting, em Alcochete, na terça-feira, por um grupo de cerca de 50 alegados adeptos encapuzados, que agrediram técnicos e jogadores.

A GNR deteve 23 dos atacantes e as reações de condenação do ataque foram generalizadas e abrangeram o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e o primeiro-ministro, António Costa.

AMG // JPS

Lusa/fim

+ notícias: Política

Lista de António Costa para a Comissão Nacional do PS obtém 86,6% dos votos

A lista do líder do PS, António Costa, para a Comissão Nacional deste partido, encabeçada pela secretária-geral adjunta, Ana Catarina Mendes, obteve hoje 86,6% dos votos, contra 11% conseguidos pela lista encabeçada por Daniel Adrião.

Catarina Martins diz que Governo tem de "abrir os olhos" sobre imposição de trabalho por turnos

Há "muito abuso" na imposição do trabalho por turnos em Portugal. A denúncia foi feita, na passada sexta-feira, pela coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, durante uma conversa com trabalhadores da cortiça. Catarina Martins diz que o Governo tem de abrir os olhos para ver a realidade.

Carlos César reeleito presidente do PS com 96,3% dos votos

O deputado e líder parlamentar socialista Carlos César foi este sábado reeleito presidente do PS com 96,3% dos votos, anunciou a Comissão Organizadora do Congresso.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.