Jornal Diário Jornal das 13

Air France, Delta Air Lines e Virgin Atlantic assinam acordos finais para alargar 'joint-venture'

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 17 mai (Lusa) - O grupo Air France-KLM, a Delta Air Lines e a Virgin Atlantic assinaram na terça-feira os acordos finais para alargar a 'joint-venture' transantlâtica, foi hoje anunciado.

Os acordos assinados entre a francesa Air France-KLM, a norte-americana Delta e a britânica Virgin Atlantic estabelecem tanto a gestão como os termos comerciais e operacionais da 'joint-venture' transatlântica alargada.

Após a conclusão da operação, a Air France-KLM vai adquirir uma participação de 31% na Virgin Atlantic, detida atualmente pelo Virgin Group por 220 milhões de libras.

O Virgin Group manterá uma participação de 20% e a presidência da Virgin Atlantic e a Delta continuará com a participação de 49%.

As três empresas vão trabalhar conjuntamente para obter as autorizações regulamentares necessárias.

Esta 'joint-venture' vai permitir vantagens recíprocas, designadamente no âmbito de programas de fidelidade de cada uma das companhias, como por exemplo a possibilidade de ganhar e trocar milhas em cada uma.

MC // ATRLusa/Fim

+ notícias: Economia

Uma em cada cinco livrarias da base de dados do Ministério da Cultura já não existe

Uma em cada cinco livrarias da base de dados do Ministério da Cultura sobre a rede livreira nacional já não existe e, das restantes, a tutela só tem conhecimento de um terço que cumpre os requisitos para ser livraria.

Desconvocada greve dos trabalhadores que fazem manutenção dos Alfa Pendular

A greve dos trabalhadores da Unidade de Manutenção de Alta Velocidade (UMAV) da Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF) ao trabalho extraordinário, que começava este sábado, foi desconvocada após o anúncio de recrutamento de nove eletromecânicos.

Não param de aumentar os registos de alojamento local

Tem aumentado exponencialmente o número de registos de alojamento local em Portugal. Os proprietários estão a aproveitar enquanto a nova lei não entra em vigor. Com as novas regras, as autarquias passam a ter mais poderes e podem inclusive criar zonas nas cidades sem este tipo de alojamento.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.