Jornal Diário Jornal das 13

Governo garante estar a preparar alteração à lei da violência no desporto

Governo garante estar a preparar alteração à lei da violência no desporto
| Política
Porto Canal com Lusa

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto recordou hoje em Coimbra que no dia 03 de abril anunciou na Assembleia da República que o Governo estava a preparar uma alteração à lei da violência no desporto.

João Paulo Rebelo reagia assim a uma notícia hoje divulgada pelo jornal Público, que sublinhava que o Governo está há mais de um ano a "prometer medidas que nunca saíram da gaveta".

"O que aconteceu em abril do ano passado, na sequência de alguns episódios de violência que envolviam árbitros, foi que o Governo reuniu um conjunto de entidades que trabalham no futebol - Federação, Liga, associação de treinadores, de árbitros e de jogadores, desafiando-os para em conjunto pensarmos medidas para a erradicação da violência no desporto", disse.

O governo explicou que no dia 21 de dezembro de 2017 teve a oportunidade de partilhar com o Conselho Nacional de Desporto a intenção que o Governo tinha, depois de feita uma avaliação à atual lei da violência, de fazer uma alteração a essa lei".

"Em abril deste ano -- 03 de abril - e não em abril do ano passado, anunciei na Assembleia da República (AR) que o Governo estava a preparar uma alteração à lei da violência. Esta proposta de lei -- a lei é da competência da AR -- passará anteriormente em Conselho de Ministros, mas como o senhor primeiro-ministro já disse, para a semana teremos muitas notícias sobre este assunto", sintetizou.

O secretário de Estado voltou a repudiar os "terríveis incidentes" de terça-feira em Alcochete -- um grupo de pessoas invadiu a Academia do Sporting e agrediu futebolistas e equipa técnica -- e explicou que neste momento o Governo está a direcionar toda a concentração para "criar todas as condições para que domingo possa decorrer a final da Taça de Portugal".

"O primeiro-ministro teve também ontem [quarta-feira] a oportunidade de anunciar que o governo tenciona criar uma Autoridade Nacional para o Combate à Violência no Desporto e dizendo que a seguir à Taça de Portugal falaremos sobre isso".

O governante garantiu ainda que tenciona estar na final da Taça de Portugal.

Sobre o facto de o presidente do Sporting ter anunciado hoje que iria agir judicialmente contra o presidente da AR, Ferro Rodrigues, mas também contra outras pessoas, João Paulo Rebelo disse esperar que os "dirigentes desportivos ajam com responsabilidade".

"Isto é um combate de todos, também da comunicação social", concluiu.

SSS/JLS // RPM

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Governo quer acabar com a reforma obrigatória na Função Pública

O Governo prepara-se para acabar com a reforma obrigatória dos funcionários públicos aos 70 anos. Esta é uma regra com quase um século que tem sido bastante criticada mas que ainda assim não é consensual.

Duas carrrinhas com serviços públicos apoiam populações afetadas

Duas carrinhas com serviços de administração pública vão percorrer até à próxima quinta-feira as localidades afetadas pelo incêndio de Monchique, para prestar apoio às populações, anunciou hoje o Instituto da Segurança Social (ISS).

SINTAP diz que o fim da reforma obrigatória aos 70 anos é uma medida desnecessária

O Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública (SINTAP) considerou hoje uma "mudança claramente avulsa" e "desnecessária" a intenção do Governo de alterar a lei que obriga os funcionários públicos a aposentar-se quando completam 70 anos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.