Info

Homem condenado a prisão com pena suspensa no caso de morte em insuflável na Madeira

| País
Porto Canal com Lusa

Santa Cruz, Madeira, 16 mai (Lusa) - O Tribunal de Santa Cruz, na Madeira, condenou hoje a cinco anos de prisão com pena suspensa um arguido no caso da menina que morreu depois de ser levada pelo vento dentro de um insuflável.

O outro arguido no mesmo processo foi absolvido.

Os dois homens, um espanhol e um venezuelano, vinham acusados do crime de homicídio por negligência grosseira, na sequência de um acidente que resultou na morte de uma menina de 8 anos, a 15 de maio de 2015, na freguesia do Caniço, concelho de Santa Cruz.

A criança ficou gravemente ferida depois de o insuflável onde brincava, instalado no parque de estacionamento de um restaurante, ter sido levado pelo vento, acabando por cair de uma altura de aproximadamente oito metros, numa estrada de acesso à via rápida, vindo a morrer no dia seguinte.

O juiz António Martins absolveu o arguido Pedro Zamora, natural da Venezuela, que era proprietário do equipamento e condenou o arguido Juan Gomez, natural de Espanha, a uma pena de cinco anos de prisão, suspensa por igual período, bem como ao pagamento de uma indemnização de 112 mil euros aos pais da menina.

O Tribunal considerou que a atuação deste arguido no dia do acidente "revelou leviandade", uma vez que tinha sido emitido um alerta amarelo para vento forte, que ele desconhecia, e, por outro lado, não tomou as medidas necessárias para desligar o insuflável ou impedir a entrada de crianças.

DYC (AMB) // MCL

Lusa/Fim

+ notícias: País

Dez distritos do continente sob aviso amarelo na quarta-feira devido ao vento

Dez distritos de Portugal continental vão estar na quarta-feira sob aviso amarelo devido à previsão de vento forte com rajadas até 75 quilómetros por hora, podendo atingir os 90 quilómetros nas terras altas.

Enfermeiros iniciam hoje greve de quatro dias

Os enfermeiros iniciam hoje uma greve de quatro dias convocada pelo Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) para exigir a "correta contagem dos pontos para todos os profissionais" e protestar contra o encerramento do processo negocial sobre a carreira.

Dois em cada dez internamentos de crianças até dois anos devem-se a bronquiolite

A bronquiolite é responsável por dois em cada dez internamentos de crianças com menos de dois anos, revela um estudo, segundo o qual a taxa de internamentos tem vindo a crescer, principalmente nos bebés menores de três meses.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.