Info

Sporting: Costa diz que atos de violência não podem ficar impunes

| Desporto
Porto Canal com Lusa

Sófia, 16 mai (Lusa) -- O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje que os atos de "selvajaria" ocorridos na terça-feira na Academia do Sporting, em Alcochete, não podem ficar impunes, e defendeu que os comportamentos "inaceitáveis" no desporto têm de ser banidos.

"O desporto é uma forma de transmissão de valores e não pode ser uma forma de promoção da selvajaria, como ontem [terça-feira] pudemos assistir, que obviamente a todos repugna e não pode ficar impune de forma alguma", afirmou o primeiro-ministro, à saída da reunião do Partido Socialista Europeu, em Sófia (Bulgária).

António Costa sublinhou que houve "uma infiltração grande no mundo do futebol de comportamentos que são inaceitáveis, que nada têm a ver com o desporto, e que têm de ser banidos".

"Temos de nos dotar dos meios legais necessários para banir este tipo de comportamentos e devolver ao desporto, neste caso ao futebol, a pureza própria", defendeu.

AMG // ZO

Lusa/fim

+ notícias: Desporto

População de Vila Real dividida entre nos prognóstico do jogo frente ao FC Porto

A última vez que o FC Porto jogou em Vila Real foi há 30 anos e venceu por 4-0. Ainda assim, entre os transmontanos há quem acredite na vitória sobre os dragões.

Equipa do Vila Real diz estar confiante para o jogo frente ao FC Porto mas não esconde nervosismo

Sport Clube Vila Real, dos escalões distritais, recebe esta sexta-feira o FC Porto para a Taça de Portugal. A equipa diz estar confiante mas não esconde o nervosismo de defrontar o atual campeão nacional.

Rui Patrício dispensado da seleção portuguesa para o particular com a Escócia

O guarda-redes Rui Patrício foi este sábado dispensado da seleção portuguesa de futebol, que joga domingo um particular na Escócia, disse à agência Lusa fonte oficial da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.