Info

Carga fiscal cresce para 34,7% em 2017 e atinge recorde

Carga fiscal cresce para 34,7% em 2017 e atinge recorde
| Economia
Porto Canal com Lusa

A carga fiscal aumentou em 2017 face ao ano anterior, representando 34,7% do PIB e atingindo o valor mais alto desde 1995, o início da série, confirmou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

No destaque sobre a carga fiscal de 2017 divulgado, o INE confirma que a receita dos impostos e das contribuições sociais efetivas atingiu 67 mil milhões de euros, crescendo 5,3% em termos nominais, mais do que o Produto Interno Bruto (PIB), que subiu 4,1%.

"Em consequência, em percentagem do PIB, a carga fiscal aumentou 0,4 pontos percentuais, fixando-se em 34,7%, o valor mais elevado desde 1995", o primeiro ano da série do INE, confirmou hoje a entidade estatística.

+ notícias: Economia

Portugal com maior défice orçamental em 22 Estados-membros no 2º trimestre

Portugal teve o maior défice orçamental (-2,7% do PIB) no segundo trimestre do ano entre os 22 Estados-membros para os quais há dados disponíveis, segundo dados dvulgados esta terça-feira  pelo Eurostat.

Lucro da Ryanair desce 7%, em seis meses, para 1,2 mil milhões de euros

O lucro da Ryanair desceu 7% para 1,2 mil milhões de euros, em seis meses até 30 de setembro, informou esta segunda-feira a transportadora aérea, que registou, porém, a subida de receitas e de passageiros.

Registos de alojamento local aumentam de 14 mil para 77 mil em quatro anos

O alojamento local em Portugal cresceu cinco vezes nos últimos quatro anos, aumentando de 14 mil registos em 2014 para mais de 77 de mil estabelecimentos este ano, segundo o Registo Nacional de Estabelecimentos de Alojamento Local (RNAL).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.