Info

Portugal reduz taxa de abandono escolar e aumenta taxa de licenciados

Portugal reduz taxa de abandono escolar e aumenta taxa de licenciados
| País
Porto Canal com Lusa

Portugal reduziu, em 2017, a taxa de abandono escolar precoce e aumentou a de pessoas que completaram o ensino superior, mas os objetivos traçados no âmbito da Europa 2020 continuam por atingir, segundo o Eurostat.

A taxa de abandono escolar precoce nas pessoas com idade entre os 18 e os 24 anos que completaram pelo menos o terceiro ciclo do ensino básico e que não estudam nem recebem formação profissional fixou-se, no ano passado, nos 12,6% e que o gabinete de estatísticas da União Europeia (UE) compara com os 38,5% de 2006, sendo o objetivo nacional traçado para 2020 neste indicador, em Portugal, de 10,0%.

As maiores taxas de abandono escolar precoce registaram-se, em 2017, em Malta (18,6%), Espanha (18,3%), Roménia (18,1%) e Itália (14%), enquanto as mais baixas foram observadas na Croácia (3,1%), Eslovénia (4,3%), Polónia (5,0%) e Irlanda (5,1%).

A média da UE foi, em 2017, de 10,6%, face aos 15,3% de 2006 com a média de 10% da Europa 2020 quase atingida.

No que respeita às pessoas com idade entre os 30 e os 34 anos que completaram o ensino superior, Portugal apresentava no ano passado uma taxa de 33,5%, que se compara à de 12,9% de 2002, e ainda longe da meta nacional de 40% para 2020.

A Lituânia (58%), Chipre (55,8%), Irlanda (53,5%), Luxemburgo (52,7%) e Suécia (51,3%) apresentaram as maiores taxas neste indicador -- todos com mais de metade da população considerada já com grau de licenciada - e a Roménia (26,3%), Itália (2,9%) e Croácia (28,7%) as menores.

A média da UE, em 2017, foi de 39,9%, estado basicamente atingido o objetivo de 40% para 2020.

+ notícias: País

Mulher de 84 anos morre em incêndio na sua habitação em Viseu

Uma mulher de 84 anos de idade morreu este domingo na sequência de um incêndio no apartamento onde residia, na cidade de Viseu, e do qual seria a única a habitante.

Fidelidade regista maior número de participação de sempre após tempestade Leslie

A seguradora Fidelidade anunciou ter recebido mais de 5000 participações de ocorrências na sequência da tempestade Leslie, o maior sinistro de sempre em número de participações na história da seguradora.

Ryanair revela que fotografia dos tripulantes a dormir no chão foi encenada

Afinal foi encenada a fotografia dos tripulantes da Ryanair a dormir no chão de um aeroporto. A situação é demonstrada pela própria companhia aérea, ao divulgar as imagens da videovigilancia. O sindicato diz que a foto foi um gesto de protesto contra as más condições dadas à tripulação e acusa a Ryanair de ilegalidade na divulgação do vídeo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.