Info

Japonês Yuki Kawauchi vence 122.ª Maratona de Boston

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Boston, Estados Unidos, 16 abr (Lusa) -- O japonês Yuki Kawauchi venceu hoje a 122.ª edição da Maratona de Boston, nos Estados Unidos, tornando-se no primeiro atleta daquele país a vencer a prova desde 1987.

Numa prova disputada debaixo de muita chuva, Kawauchi, de 31 anos, cortou a meta com um tempo de 2:15.54 horas, batendo o queniano Geoffrey Kirui, segundo classificado e vencedor em 2017, e o norte-americano Shadrack Biwott, terceiro.

O vencedor da Maratona de Tóquio de 2011, funcionário estatal na província de Saitama e corredor amador, ainda que já tenha representado o Japão em Mundiais, tornou-se o primeiro japonês a vencer a corrida desde Toshihiko Seko, em 1987.

Na prova feminina, a norte-americana Desiree Linden, sétima nos Jogos Olímpicos do Rio2016, também quebrou um 'jejum' de mais de 30 anos, ao vencer a corrida e ser a primeira corredora dos Estados Unidos a erguer os braços desde Lisa Weidenbach em 1985.

A norte-americana de 34 anos, que bateu a compatriota Sarah Sellers, segunda, e a canadiana Krista Duchene, terceira, registou um tempo de 2:39.54, o pior tempo vencedor desde 1980.

SIYF // VR

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

761 mortos nos três países afetados pelo ciclone Idai

As autoridades identificaram até ao momento 761 mortos nos três países africanos que há dez dias foram afetados pela passagem do ciclone Idai.

Número de mortos contabilizados por Moçambique devido ao ciclone sobe para 417

O número de mortos contabilizados por Moçambique, devido ao ciclone Idai, subiu este sábado para 417, anunciaram hoje as autoridades.

Forças Democráticas Sírias anunciam fim do "califado" do Estado Islâmico na Síria

As Forças Democráticas Sírias anunciaram este sábado que o "califado" do grupo extremista Estado Islâmico (EI) foi totalmente eliminado, após combates em Bagouz, o último reduto 'jihadista' na Síria.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.