Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Síria: Equipa da OPAQ ainda não entrou em Douma para investigar alegado ataque

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Haia, Holanda 16 abr (Lusa) - O diretor-geral da Organização para a Proibição das Armas Químicas (OPAQ) adiantou hoje que os inspetores da organização ainda não entraram em Douma para investigar o ataque de 07 de abril, alegadamente com armamento químico.

Ahmet Uzumcu, o máximo responsável da OPAQ, disse hoje aos restantes membros do conselho executivo da organização que dois dias depois de ter chegado à Síria a equipa ainda não pôde entrar em Douma.

De acordo com Uzumcu, a explicação foi dada por responsáveis sírios e russos (a Rússia é o principal aliado do regime do Presidente Bashar al-Assad). Estes responsáveis, que participaram nas reuniões em Damasco, disseram à equipa que "ainda existem questões de segurança pendentes que têm de ser resolvidos antes de se poder proceder a esta mobilização".

O diretor-geral da OPAQ também disse que, em substituição de uma ida da equipa a Douma, as autoridades sírias ofereceram a possibilidade de os inspetores entrevistarem 22 pessoas.

Uzumcu disse esperar que se façam "todos os preparativos necessários... para permitir que a equipa se mobilize para Douma o mais rapidamente possível".

Ativistas da oposição sírios e equipas de emergência denunciaram um ataque com armas químicas em Douma no dia 07 de abril, acrescentando que este terá causado pelo menos 40 mortos.

O governo sírio e a Rússia negaram ter realizado qualquer ataque com armas químicas (proibidas internacionalmente).

Na madrugada de sábado, os Estados Unidos, a França e o Reino Unido atacaram com mísseis posições sírias que supostamente albergavam este tipo de armas.

NVI // ANP.

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Nove mortos e 16 feridos é o balanço do atropelamento em Toronto

Nove pessoas morreram e 16 ficaram feridas num atropelamento hoje ocorrido em Toronto, anunciou a polícia da capital económica do Canadá, depois de deter o condutor da carrinha branca que se tinha posto em fuga.

Carrinha atropela uma dezena de peões em Toronto

Uma carrinha atropelou hoje uma dezena de peões no centro de Toronto, e pelo menos "entre oito e dez" pessoas ficaram feridas, indicou a polícia da capital económica do Canadá.

Balanço de atentado suicida em Cabul sobe para 31 mortos e 54 feridos

Pelo menos 31 pessoas morreram e 54 ficaram feridas no atentado suicida deste domingo contra um centro de recenseamento eleitoral em Cabul, disse o porta-voz do Ministério da Saúde do Afeganistão, Wahidullah Majroh, atualizando o balanço anterior.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.