Info

Novos créditos ao consumo aumentam 16,4% em fevereiro para 573 ME

| Economia
Porto Canal com Lusa

Redação, 16 abr (Lusa) -- O montante de novos créditos ao consumo aumentou 16,4% em fevereiro em termos homólogos, com um total de 573 milhões de euros a serem emprestados, divulgou hoje o Banco de Portugal (BdP).

De acordo com os dados sobre a evolução dos novos créditos aos consumidores relativos ao mês de fevereiro, o montante dos novos créditos ao consumo automóvel cresceu 22,2% face ao mesmo mês de 2017, somando 225 milhões de euros.

No mês em análise, o montante dos novos créditos ao consumo pessoal cresceu 15,2% para 261 milhões de euros, enquanto o dos cartões de crédito e a descoberto aumentou 6,5% para 88 milhões de euros.

Em quantidade, o número total de novos créditos ao consumo aumentou 7,2%, para 124.082: o número de novos créditos ao consumo automóvel aumentou 18,0%, totalizando 16.007, os novos empréstimos ao consumo pessoal subiram 15,0% para 39.034 e os novos contratos de cartões e descoberto cresceram 1,1% para 69.041.

PD // ATR

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Easyjet lança nova rota Porto-Málaga a partir de abril

O Porto vai começar a ter voos diretos para Málaga entre 02 de abril e 26 de outubro, com operação quatro vezes por semana, anunciou hoje a companhia aérea Easyjet.

Rendimentos operacionais do Banco CTT sobem 27% para 23,6 ME em 2018

Os rendimentos operacionais recorrentes do Banco CTT subiram 27% no ano passado, face a 2017, para 23,6 milhões de euros, "sobretudo alavancado pelo crescimento da margem financeira (aumento de 4,5 milhões de euros), anunciaram esta quarta-feira os CTT.

Deco recebeu 29.350 pedidos de ajuda de famílias sobre-endividadas em 2018

A Deco recebeu 29.350 pedidos de ajuda de famílias em situação de sobre-endividamento, valor que supera os pedidos registados um ano antes e que chegou maioritariamente de pessoas entre os 40 e os 65 anos de idade.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.