Jornal Diário Jornal das 13

Costa considera extemporânea questão dos aumentos salariais da função pública em 2019

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 16 abr (Lusa) - O primeiro-ministro considerou hoje extemporâneo colocar agora a questão sobre aumentos da função pública em 2019 e referiu que no próximo ano continuará a política de descongelamento das carreiras.

António Costa falava aos jornalistas no final da sessão de abertura do seminário dos cônsules honorários na Fundação do Oriente, em Lisboa.

"Há um bocado a mania em Portugal de se discutirem fora do tempo as matérias e este Governo respeita o princípio da negociação coletiva em geral e com a função pública em Portugal", reagiu o líder do executivo.

Para António Costa, a seu tempo o Governo "olhará para o Orçamento do Estado" para 2019, sendo "extemporâneo colocar-se em abril de 2018" a questão de um aumento dos salários da função pública no próximo ano.

PMF // ZO

Lusa/fim

+ notícias: Política

Vieira da Silva admite "problema" nas novas pensões, a resolver "até final do ano"

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social admitiu esta terça-feira que "existe um problema" na atribuição de novas pensões, devido à falta de pessoal e aos crescentes pedidos, mas disse que "até final do ano" os principais atrasos "serão resolvidos".

Atualizado 18-09-2018 20:49

Direção-Geral da Educação retira das escolas questionário com perguntas discriminatórias

A Direção-Geral da Educação já mandou retirar das escolas o inquérito considerado racista que foi distribuído em pelo menos duas escolas do Porto. Em causa está um questionário com perguntas discriminatórias, referentes à ascendência dos alunos.

Assembleia Municipal do Porto aprova moção que defende fim das portagens na CREP

A Assembleia Municipal do Porto aprovou esta terça-feira uma moção do BE que defende o fim das portagens na Circular Regional Exterior do Porto (CREP) ou concretização de medidas que retirem tráfego à Via de Cintura Interna (VCI).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.