Info

Síria: BE condena ataque e diz que Portugal se deve distanciar de escalada militarista

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 14 abr (Lusa) -- O Bloco de Esquerda (BE) condenou hoje o ataque conjunto dos Estados Unidos, França e Reino Unido contra a Síria e defendeu que Portugal se deve distanciar "claramente" da escalada militarista internacional.

"O Bloco de Esquerda condena o ataque e apela à resolução pacífica do conflito sírio no quadro do Direito Internacional, garantindo aos povos da Síria a escolha livre e democrática sobre o seu futuro", lê-se no comunicado divulgado pelo partido.

O BE considera que o uso de armas químicas na Síria é "absolutamente inaceitável e deve ser investigado", mas afirma também que "este ataque não resulta de nenhum apuramento real e foi feito à margem das Nações Unidas".

Para o partido, o ataque desta madrugada "constitui uma grosseira violação do Direito Internacional e dos esforços para a paz do Congresso de Sochi" e "faz parte da escalada de militarismo internacional que vem opondo os EUA e a NATO a outras potências", uma escalada de que - diz - "Portugal se deve distanciar claramente".

O Bloco lembra as intervenções militares no Iraque, considerando que o que então se passou "deveria desencorajar a repetição dessa política no caso sírio e em qualquer outro".

"Todos os que se batem pelo primado da paz e do cumprimento do Direito Internacional e dos direitos humanos são convocados a denunciar o ataque desta madrugada. Não é aceitável qualquer normalização da violência e da barbárie, de ataques contra civis e da violação contínua do Direito Internacional", defende ainda.

Os EUA, a França e o Reino Unido realizaram hoje uma série de ataques com mísseis contra alvos associados à produção de armamento químico na Síria, em resposta a um alegado ataque com armas químicas na cidade de Douma, Ghuta Oriental, por parte do governo de Bashar al-Assad.

O Governo português disse já compreender as razões que levaram à intervenção militar desta madrugada na Síria por "três países amigos e aliados de Portugal", defendendo, no entanto, que é necessário "evitar qualquer escalada no conflito sírio, que gere ainda mais insegurança, instabilidade e sofrimento na região".

IM (PMC) // JLG

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Termina sequestro em autocarro no Rio de Janeiro, suspeito morto pela polícia

O sequestro dos passageiros de um autocarro na ponte que liga a cidade brasileira do Rio de Janeiro e Niterói terminou cerca das 09h00 locais (13h00 em Lisboa) com a morte do suspeito, informou a Polícia Militar.

Twitter bane propaganda dos 'media' controlados pelo Estado após suspender contas associadas à China

A rede social Twitter informou esta terça-feira que não aceitará mais "propaganda de órgãos de imprensa controlados pelo Estado", condenando comportamentos "manipuladores", depois de anunciar que suspendeu quase mil contas associadas ao regime chinês.

Quatro mil pessoas retiradas de casa devido a incêndio na Grã Canária, Espanha

Um incêndio florestal que lavra desde sábado em Valleseco, na ilha espanhola Grã Canária, obrigou à retirada de quatro mil pessoas de 40 localidades, informou este domingo o presidente do Governo das Ilhas Canárias.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

UNITE with Tomorrowland no Porto