Jornal Diário Jornal das 13

Cabestany: "Esta é uma Taça de nível Champions"

| FC Porto
Porto Canal com fcporto.pt

Precisamente uma semana depois do clássico para a Liga Europeia, que terminou com uma goleada do FC Porto sobre o Benfica (9-2), o Dragão Caixa volta a abrir portas para o grande clássico de hóquei em patins, desta vez relativo aos quartos de final da Taça de Portugal.

Atualizado 14-04-2018 11:36

Na antevisão da partida de sábado (18h00, Porto Canal), o treinador Guillem Cabestany lembrou que todos os jogos frente ao Benfica são complicados e que, apesar do resultado, o melhor que há a retirar do último encontro é a atitude a concentração com que os seus jogadores encararam a partida. Para o técnico, é esse é o caminho para a final four de uma Taça em que os Dragões já deixaram pelo caminho Oliveirense e Sporting e que por isso considerou de nível “Champions”. O objetivo é chegar à final-four e lutar por revalidar o título conquistado nas duas últimas temporadas.

Esquecer o resultado e lembrar a atitude
“Ficámos felizes pelo último jogo frente ao Benfica, mas nestes momentos isso até pode distrair mais do que ajudar a encarar o jogo da melhor forma. O que devemos lembrar não é o resultado, mas sim a preparação para o jogo e mentalidade do dia anterior. Temos que recuperar a sexta-feira passada a nível de concentração e lembrar o quão difíceis são os jogos frente ao Benfica. O normal é que o jogo vá ser muito mais difícil do que o último.”

Corrigir erros e insistir no que foi bem feito
“Não é fácil mudar muitas coisas. As duas equipas tiveram jogo durante a semana. Como sempre, vamos ver o que podemos corrigir e ser melhores e continuar a insistir no que fizemos bem. São dois planteis similares aos das últimas épocas, os mesmos treinadores, estruturas e mentalidades similares. Não é fácil mudar coisas de um dia para o outro e por isso, nesse sentido, será difícil haver grandes mudanças.”

Uma Taça de nível “Champions”
“Esta é uma Taça de Champions. É uma competição que para ganhar precisamos de eliminar os três grandes adversários de Portugal e depois teremos ainda que jogar uma final-four sempre difícil. Acho que merece muito a pena que os adeptos e a equipa, juntos, façam um esforço para lá chegar, pois será um dos caminhos mais complicados que tivemos. Queremos continuar a lutar pelos três trofeus que ainda temos até ao final da época.”

+ notícias: FC Porto

Fábio Magalhães: "O FC Porto é um clube com muita história"

Tal como Djibril M´Bengue, Fábio Magalhães é uma das caras novas da equipa de andebol do FC Porto para 2018/19, tendo assinado um contrato válido para as próximas três temporadas.

Magnus Andersson: "Queremos divertir-nos, mas temos de trabalhar duro"

A equipa de andebol do FC Porto versão 2018/19 já trabalha no Dragão Caixa, palco do primeiro treino da época que aí vem.

Rui Barros faz balanço positivo da primeira semana de trabalho do FC Porto B

Por sua vez, a equipa B do FC Porto seguiu esta terça-feira para o estágio em Enguera, perto de Valência, no sul de Espanha. Antes da partida, Rui Barros sublinhou a importância deste estágio e fez o balanço da primeira semana de trabalho.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.